Página inicial
Sala de leitura
Enem
Críticas e sugestões
Eventos
Links paratodos
videos
 


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA ALGUNS VIDEOS DIDÁTICOS CPTEC.INPE


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA JOGO – QUEBRA CABEÇA COM MAPA-MÚNDI FÍSICO


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA MAPA INTERATIVO DAS EMISSÕES DE CO2 NOS DIFERENTES PAÍSES DO MUNDO E DADOS DEMOGRÁFICOS.


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E JOGUE COM O MAPA DA EUROPA


CLIQUE NA IMAGEM E LEIA AS MANCHETES DE HOJE DOS JORNAIS DE TODO O
MUNDO.


VEJA O QUANTO VOCÊ CONHECE SOBRE CONTINENTES E OCEANOS


2 JOGOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL


CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA O MAPA-MÚNDI INTERATIVO

site www.geocienciasnomapa.com.br
CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA UM SERVIÇO DE LOCALIZAÇÃO ESPACIAL DE TESES E DISSERTAÇÕES EM GEOCIÊNCIAS

 

CAPÍTULO 25 – A INDÚSTRIA NO MUNDO ATUAL

 

VESTIBULAR 2012

 

(UNIFOR) A China explica que o seu sistema econômico adapta mecanismos de mercado ao socialismo, por meio da forte presença do Estado que fomenta a economia e o desenvolvimento social. Um capitalismo controlado pelo Partido Comunista.

Com respeito ao sistema político e econômico adotado pela China, é INCORRETA a afirmação:
a) A economia de mercado, implementada na China, permitiu a propriedade particular para o desenvolvimento das atividades econômicas, nas Zonas Econômicas Especiais (ZEE) e nas Zonas de Comércio Aberto (ZCA).
b) As Zonas de Comércio Aberto (ZCA) são regiões que, além do livre mercado, estão abertas ao comércio exterior e à entrada de multinacionais, desde que respeitadas as restrições de associarem-se ao governo ou a empresários chineses por meio de joint ventures.
c) A China atrai investimentos do mundo inteiro em função do baixo custo de produção. Entre os principais fatores para o custo de produção reduzido estão a mão de obra barata, uma boa infraestrutura e a moeda desvalorizada.
d) O Estado foi o principal instrumento da modernização acelerada que transforma diariamente a paisagem da China. O ritmo da economia chinesa exige construções permanentes ou reaparelhamentos de portos, rodovias, estradas de ferro, aeroportos e usinas de energia.
e) As conquistas econômicas chinesas foram acompanhadas por importantes reformas democráticas que garantiram uma maior participação política e respeito pleno aos direitos humanos.

(UNIFOR) A Segunda Revolução Industrial ocorrida, fundamentalmente, a partir da terceira década do século XIX, provocou profundas transformações no Sistema Capitalista de Produção. Sobre este fato histórico é incorreto afirmar:
a) A Segunda Revolução Industrial foi baseada no profundo avanço da Ciência Moderna e da Tecnologia.
b) A Segunda Revolução Industrial provocou a concentração e a centralização do Capital.
c) A Segunda Revolução Industrial levou ao Imperialismo.
d) Os principais setores da Segunda Revolução Industrial foram o têxtil e o metalúrgico.
e) Durante a Segunda Revolução Industrial, a Inglaterra perdeu o domínio da produção de bens industrializados.

(UDESC) Em relação à localização das indústrias italianas, é correto afirmar:
a) Existe uma concentração no Norte do país decorrente do renascimento comercial e urbano, que facilitou a concentração de capitais e o aumento da população urbana.   
b) Desenvolveu-se, sobretudo nos arredores de Roma, em função do enorme crescimento da cidade e do porto de Roma.   
c) Concentrou-se na região de Nápoles, que agrupa também boa parte do turismo e da produção de gás natural, usado pelas indústrias.   
d) A indústria italiana se localiza nas regiões da Sicília e da Sardenha, em função da facilidade de comércio, mão de obra e matérias primas.   
e) O Sul da Itália é mais industrializado, contrastando com o Norte, mais agrícola e menos densamente povoado.   

(UERJ) O capitalismo já conta com mais de dois séculos de história e, de acordo com alguns estudiosos, vive-se hoje um modelo pós-fordista ou toyotista desse sistema econômico. Observe o anúncio publicitário:

Uma estratégia própria do capitalismo pós-fordista presente neste anúncio é:
a) concentração de capital, viabilizando a automação fabril   
b) terceirização da produção, massificando o consumo de bens   
c) flexibilização da indústria, permitindo a produção por demanda   
d) formação de estoque, aumentando a lucratividade das empresas   

(Udesc) São exemplos da indústria de bens de consumo (ou leve):

a) Indústria de autopeças e de alumínio.   
b) Indústria de automóveis e de eletrodomésticos.   
c) Indϊstria de plαsticos e borracha e de alimentos.   
d) Indústria de máquinas e de aço.   
e) Indústria de ferramentas e chapas e ferro.    

(Unimontes) Embora as atividades industriais na segunda metade do século XX tenham se dispersado para áreas consideradas periféricas, o que se nota é que elas permanecem bastante concentradas nos países centrais onde há importantes pesquisas em novas tecnologias, o mercado é mais dinâmico e os recursos financeiros são abundantes.

Considerando, nesse contexto, as indústrias nos países do G7, assinale a alternativa incorreta.
a) A política imperialista dos Estados Unidos, através da expansão mundial das empresas multinacionais, fortaleceu a indústria estadunidense.   
b) A reunificação das duas Alemanhas, em 1990, revelou que as indústrias da porção oriental operavam com tecnologias arcaicas.   
c) A entrada de capitais através do Plano Marshall e a ampliação de mercado consumidor foram decisivos para o desenvolvimento da indústria italiana no pós-Segunda Guerra Mundial.   
d) A abundância em recursos naturais e a política protecionista com predomínio de empresas estatais foram fatores determinantes para o crescimento da indústria japonesa, no período de 1950 a 1990.   

(UNIMONTES)
(FGV-SP) Para produzir modernamente, essas indústrias convocam outros atores para participar de suas ações hegemônicas, levados, desse modo, a agir segundo uma lógica subordinada à da firma global.[...] Nos lugares escolhidos, tudo é permeado por um discurso sobre desenvolvimento.[...] Nada se fala sobre a robotização do setor e a drenagem dos cofres públicos para essa implantação industrial.

(Milton Santos & M. Laura Silveira. O Brasil: Território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001.p. 112)

O texto apresenta estratégias de descentralização das indústrias

a) mecânicas.
b) de vestuário.
c) siderúrgicas.
d) petroquímicas.
e) automobilísticas.

(FGV-RJ) A chamada Segunda Revolução Industrial, ocorrida nas últimas décadas do século XIX, foi caracterizada:

a) pela concentração do processo de industrialização na Inglaterra e pela montagem do império colonial britânico.
b) pelo desenvolvimento da eletricidade e da siderurgia e pela expansão da industrialização para além do continente europeu.
c) pela industrialização e pela formação de Estados nacionais no continente africano, a partir das suas antigas fronteiras culturais e linguísticas.
d) pelo equilíbrio de forças entre as antigas colônias europeias e os Estados europeus devido à difusão da industrialização.
e) pela retração da economia mundial devido à mecanização da produção e à diminuição da oferta de produtos industrializados.

 

 

VESTIBULAR 2011

(PUCSP)

Examine a tabela:

Os dados nos mostram que

a) a participação proporcional do número de estabelecimentos da indústria paulistana caiu no conjunto do Estado com a aceleração da industrialização no Nordeste brasileiro.
b) a perda percentual da indústria paulistana no que se refere ao número de estabelecimentos segue outro curso, se compararmos com o que acontece com o número de postos de trabalho.
c) a posição da indústria paulistana perdeu espaço, pois há um notório processo de desconcentração dessas atividades para os municípios vizinhos e para outros mais interiorizados.
d) há uma discreta perda da indústria paulistana (número de estabelecimentos) e não é possível pelos números concluir sobre algo significativamente novo na industrialização do Estado.
e) com indústrias de condições tecnológicas desiguais não há conexão clara entre o número de estabelecimentos e os valores de produção e renda. Um número pode cair e o outro não.

(UFPR) O processo de industrialização ocorrido no Brasil a partir de 1930 trouxe grandes transformações na organização do território nacional, pois constituiu uma economia cujo crescimento depende principalmente do dinamismo do mercado interno. Com base no enunciado e nos conhecimentos de geografia do Brasil, assinale a afirmativa correta.

a) A alta concentração industrial nas regiões metropolitanas e cidades médias próximas dessas áreas cria uma estrutura produtiva pouco integrada.
b) Como o mercado consumidor de bens industriais se concentra nas cidades localizadas até 150 km do litoral, a interiorização do desenvolvimento econômico continua a depender da agropecuária.
c) A industrialização forjou uma rede urbana constituída por duas metrópoles globais, algumas metrópoles nacionais e centros urbanos com áreas de influência regional ou local.
d) A agricultura de exportação vigente até 1930 criou uma economia estruturada em centro e periferia, sendo o primeiro a então capital federal, Rio de Janeiro, e a segunda, as áreas de produção agropecuária.
e) A concentração industrial cada vez mais alta no Sul e Sudeste reduz os níveis de integração econômica do território brasileiro, que vai ficando cada vez mais desigual.

(UEPI) Dentre as alternativas abaixo, que dizem respeito à indústria brasileira no Século XXI, uma está incorreta.

Assinale-a

a) O Brasil detentor de um grande mercado interno, de abundantes recursos naturais, possui um parque industrial altamente diversificado e conta com um desenvolvido setor de alta tecnologia.
b) Apesar de ser um país industrializado, apresenta indicadores sociais de países subdesenvolvidos, dependência tecnológica e necessidade de aporte de investimentos internacionais.
c) No pais, foram criados vários polos tecnológicos que concentram as atividades de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de ponta.
d) As atividades desenvolvidas nos polos tecnológicos independem de outros setores da economia.
e) Para a criação de polos tecnológicos que deram origem a instituições de ensino e pesquisa nacionais, foi fundamental o apoio governamental, colocando o país na vanguarda da tecnologia de ponta.

(UFPA) A atividade industrial e a industrialização brasileira estão desigualmente distribuídas pelas regiões do país. Construídas predominantemente no século XX, elas são componentes da modernização urbana que reinventa nossa sociedade e dinâmica espacial. Sobre a indústria e industrialização brasileira, é correto afirmar:

a) A industrialização tem suas raízes fincadas na economia da cana-de-açúcar e do café, que possibilitou a acumulação de capital necessária para a diversificação em investimentos no setor industrial, e esse fato permitiu a produção de bens de consumo duráveis, sobretudo automóveis e eletrodomésticos.
b) A indústria nasce dos capitais restantes do declínio da economia da cana-de-açúcar e do café. Esses capitais impulsionaram uma diversidade de pequenas indústrias de produção de bens de consumo não duráveis, tais como perfumaria, cosméticos, bebidas, cigarros, que apoiadas pelo Estado se difundiram pelo país.
c) A ação do Estado foi fundamental para desencadear o processo de industrialização brasileira, por exemplo, criando empresas estatais, como a antiga Companhia Vale do Rio Doce e a Companhia Siderúrgica Nacional, para investir na indústria de base. Sem elas não seria possível a implantação de indústria de bens de consumo duráveis.
d) A industrialização brasileira é fruto da capacidade inovadora do Estado e do empresariado nacional. Este último não mediu esforços para construir em todo o território nacional sistemas de transporte, comunicação, energia e portos, necessários à circulação de bens, serviços e pessoas por todas as regiões.
e) A industrialização brasileira se tornou possível a partir de investimentos do capital internacional, que não mediu esforços para construir em todo o território nacional sistemas de transporte, comunicação, energia e portos, necessários à circulação de bens, serviços e pessoas por todas as regiões.

(UFRN) O sistema capitalista teve suas origens com a expansão comercial europeia e consolidou-se com a denominada “Revolução Industrial”. No Brasil, as atividades capitalistas industriais desenvolveram-se no período compreendido entre as últimas décadas do século XIX e a “Era Vargas”, provocando significativas mudanças socioeconômicas.

Mencione e explique três mudanças socioeconômicas vinculadas ao processo de industrialização que se estruturou no País, do final do século XIX até a “Era Vargas”.

Resposta:

- Ampliação da indústria de base – no contexto da 2ª Guerra Mundial, os acordos entre os governos brasileiro e norte-americano resultaram na implantação da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), fator decisivo para o desenvolvimento da indústria de base no País.

- Política de substituição das importações – em razão das dificuldades de importação de produtos devido ao envolvimento dos países na Guerra (Inglaterra, Alemanha, França, Estados Unidos), várias indústrias se desenvolveram no Brasil, visando a produzir o que não se poderia obter mais com o comércio de importação.

- Processo de urbanização – o paulatino desenvolvimento capitalista no Brasil promoveu acentuado processo de urbanização. Em busca de empregos na indústria, milhares de pessoas se deslocaram para os principais centros urbanos do País.

- Ampliação das desigualdades regionais – o processo de industrialização concentrou-se nas regiões Sul e Sudeste, gerando expressivo desequilíbrio entre as regiões brasileiras.

(UEPB) As proposições abaixo tratam da dinâmica espacial da indústria brasileira. Analise-as e escreva F ou V conforme sejam Falsas ou Verdadeiras.

(      ) Inicialmente o crescimento industrial e os investimentos em infraestrutura concentraram-se no Sudeste do país. Esse fenômeno reforçou a tendência de concentração espacial da indústria e acentuou as desigualdades regionais.
(      ) Até a década de 1960 o Sul e o Nordeste eram regiões industriais periféricas e no Norte e no Centro-Oeste havia apenas núcleos locais isolados, os chamados enclaves industriais.
(      ) A partir da década de 1940, a fim de impulsionar o crescimento econômico regional, o governo federal iniciou a implantação de medidas para descentralizar os investimentos públicos e privados, entre os quais, com destaque, os investimentos fiscais.
(      ) A partir de 1990, intensificou-se o processo de desconcentração industrial. Muitas indústrias deixaram áreas tradicionais e instalaram unidades fabris em novos espaços geográficos, na busca de vantagens econômicas, incentivos fiscais, menores custos de produção, mão-de-obra barata, mercado consumidor significativo e atuação sindical pouco expressiva.

A alternativa que apresenta a sequência correta é:

a) V V F F
b) V V V F
c) F F F V
d) V V F V
e) F F V V

(UECE) Nos últimos 20 anos, os estados nordestinos ofereceram boas oportunidades para investimentos nacionais e estrangeiros, resultantes de políticas de isenção de impostos, subsídios e empréstimos especiais. Os três estados nordestinos que apresentaram o maior crescimento no período indicado foram

a) Sergipe, Piauí e Ceará.
b) Alagoas, Piauí e Sergipe.
c) Bahia, Maranhão e Pernambuco.
d) Ceará, Pernambuco e Bahia.

(UNIFESP) Comparando-se dois momentos do processo de industrialização brasileira, a década de 1930 e a década de 1950, responda:

a) Quais são as diferenças, com relação ao mercado externo, entre esses dois momentos?

b) Quais transformações a industrialização trouxe para a organização espacial brasileira?

Resposta:

a) O processo de industrialização brasileira de 1930 desenvolveu-se apoiado ern medidas protecionistas, apoiado na substituição das importações com capital nacional e voltada para a produção de bens não duráveis ao mercado interno.
O processo de industrialização brasileira de 1950 desenvolveu-se no contexto de expansão do capital multinacional. Ocorre no Brasil uma grande entrada de empresas estrangeiras voltadas para a produção de diferentes mercadorias, especialmente, aos produtos de bens de consumo duráveis. 

b) Ocorreu a intensificação do processo de urbanização e a solidificação do centro-sul como a principal
área geoeconômica do país, por nela se concentrarem os principais pólos de desenvolvimento industrial, dentre os quais se destacaram os do eixo industrial São Paulo-Rio-Belo Horizonte. Ocorreu também a ampliação das desigualdades regionais nesse período.

(ESPM) Sobre o processo industrial brasileiro, são feitas as seguintes afirmações:

I. A concentração de capitais proporcionada pela economia cafeeira, favoreceu o desenvolvimento industrial paulista.
II. A ocorrência de combustíveis fósseis, em especial o carvão, foi um dos motivos que levou à concentração industrial no Sudeste.
III. A designada “guerra fiscal” e a organização sindical, contribuíram para a desconcentração verificada a partir do último quartel do século XX.
IV. O desenvolvimento desigual brasileiro reflete-se na disparidade da espacialização industrial do país.
V. Responsável pela maior fatia do parque industrial brasileiro, igualmente, a maior concentração siderúrgica do país localiza-se no estado de São Paulo.
São corretas:

a) I, II e III
b) I, III e IV
c) I, III e V
d) II, III e V
e) III, IV e V

 

VESTIBULAR 2010

 

 

(UERJ) Andy Warhol (1928-1987) é um artista conhecido por criações que abordaram valores da sociedade de consumo; em especial, o uso e o abuso da repetição. Esses traços estão presentes, por exemplo, na obra que retrata as latas de sopa Campbell’s, de 1962.

 

 

www.moma.org

 

O modelo de desenvolvimento do capitalismo e o correspondente elemento da organização da produção industrial representados neste trabalho de Warhol estão apontados em:

 

a) taylorismo – produção flexível

b) fordismo – produção em série

c) toyotismo – fragmentação da produção

d) neofordismo – terceirização da produção

 

(UFAM) É um dos oito “Tigres Asiáticos”. Destaca-se na produção de bens de alta tecnologia e setores da computação e das telecomunicações. Sua expansão industrial foi muito rápida, a entrada

maciça de capital estrangeiro e condições estruturais de desenvolvimento, favoreceram este quadro. Hoje, é um dos mais poderosos países emergentes.

 

O texto acima se refere à:

 

a) Coréia do Sul

b) Hong Kong

c) Taiwan

d) Cingapura

e) Tailândia

 

(UFRJ)

 

O sistema produtivo das maquiladoras

 

As maquiladoras no México, as fábricas da Zona Franca de Manaus e as firmas localizadas em zonas de processamento de exportação são exemplos de um novo modelo de organização das atividades industriais que surgiu nas últimas décadas.

Um traço comum desse modelo é a criação de regras especiais, distintas das existentes no restante dos territórios nacionais.

 

Cite dois exemplos de regras associadas a esse modelo.

 

Resolução:

 

Entre as regras associadas ao modelo das maquiladoras temos: isenção de taxas alfandegárias de importação sobre componentes industriais; isenção de impostos sobre a exportação dos produtos finais; isenção de impostos sobre a produção industrial; a flexibilização de leis trabalhistas.

 

(MACKENZIE-SP)

 

(Cartoon chinês ironizando o fato de que o crescimento econômico daquele país está representando uma ameaça às relações familiares).

 

“Mesmo atingida pela crise internacional, a produção na China continua em crescimento e a sua economia alcança a terceira posição entre as maiores do mundo.”

 

A respeito da prosperidade e da franca expansão econômica da China, desde a década de 1970, considere as afirmações I, II, III e IV, abaixo.

 

I. O gigante asiático conta com reservas de quase 2 trilhões de dólares, graças aos seguidos superávits na balança comercial e aos investimentos estrangeiros no país.

II. Em 2007, a China chegou ao terceiro lugar entre as maiores economias do globo, à frente da Alemanha, e atrás, apenas, dos EUA e do Japão.

III. Deng Xiaoping, após a morte de Mao, sobe ao poder e lança as Quatro Grandes Modernizações (indústria, agricultura, ciência-tecnologia e forças armadas). Foram criadas as Zonas Econômicas Especiais, para atrair as empresas estrangeiras.

IV. O modelo de desenvolvimento adotado se baseia na abundância de mão de obra especializada e bem distribuída por todo o território, contando com a obtenção de subsídios estatais e com a atração de investimentos estrangeiros.

 

Estão corretas, apenas,

 

a) I e II.

b) II e III.

c) I, II e IV.

d) I, II e III.

e) III e IV.

 

VESTIBULAR 2009

 

(UFPEL) A China é um país que tem despertado o interesse mundial face o grande progresso econômico que tem alcançado nos últimos anos. Apesar disso, chama à atenção a falta de progresso na área política, pois já há algum tempo a China deixou de ser atrasada e agrícola para se tornar industrial e competitiva.

 

Sobre a China, é correto afirmar que

 

a) o modelo de desenvolvimento adotado buscou o fortalecimento da indústria local, tendo sido evitados os subsídios estatais e os investimentos estrangeiros, sobretudo em função da política nacionalista do governo.

b) mantém, ao longo da costa leste, as chamadas Zonas Econômicas Especiais, onde as empresas estrangeiras podem se instalar com o incentivo do estado. Essas zonas são responsáveis pela absorção do conhecimento tecnológico multinacional, conferindo ao país uma verdadeira reforma industrial.

c) Taiwan, por ter sido um protetorado inglês devolvido à China recentemente, é uma região especial, onde o governo chinês controla assuntos de defesa e política externa, deixando livre o funcionamento da economia de mercado. 

d) as condições de vida da população têm crescido na mesma medida que o crescimento econômico

como um todo. Milhões de chineses deixaram a pobreza, e a diferença entre ricos e pobres tem diminuído muito, recentemente.

e) o meio ambiente é uma grande preocupação do governo, o que levou o país a combater a desertificação com sucesso, e a despoluir rios e lagos. Por ter alcançado um desenvolvimento industrial planejado, sua indústria não é mais poluente.

(f) I.R.

 

(UFJF- GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA) Leia o fragmento de texto a seguir.

 

“A partir da década de 1980, alguns territórios do Pacífico ocidental começaram a apresentar altos índices de crescimento econômico e interferência no mercado mundial, sendo por isso designados  tigres asiáticos. Os termos lembram agressividade e é exatamente essa a característica fundamental das quatro economias que formam esse grupo. Eles utilizaram estratégia arrojada de atração de capital estrangeiro - apoiada na mão-de-obra barata e disciplinada, na isenção de impostos e nos baixos custos de instalação de empresas”.

 

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tigres_asi%C3%A1ticos. Acesso em 18/01/2009.

 

Uma das quatro economias que formam esse grupo é:

a) Austrália.

b) Cingapura.

c) Índia.

d) Indonésia.

e) Japão.

 

(UNIFESP) A industrialização do sudeste asiático ocorreu em duas etapas. Na primeira, surgiram os chamados tigres de primeira geração, que receberam capital do Japão. Na segunda, eles investiram nos tigres da segunda geração. Assinale a alternativa que lista corretamente os tigres asiáticos de primeira e de segunda geração.

 

 

Resposta: a

 

(UEPB)

 

“Em 1905, a Ford tinha 33 fábricas nos Estados Unidos e 19 no estrangeiro. Todas produziam o mesmo carro negro, o Ford ‘T’ – o carro de ‘todo o mundo’ –, fabricando quinze milhões de exemplares de maneira Padronizada”.

 

“A Nissan inventa o automóvel à la carte” “O sistema [...] já está operando em todas as concessionárias da Nissan desde agosto de 1991. [...] é um sistema de informação de ponta que coordena a produção e a venda, e [...] que permite dar ao cliente o prazo exato. [...] a fabricação se aproxima de uma produção segundo a demanda”.

 

(BECKOUCHE, Pierre. Indústria um só mundo. São Paulo: Ática, 1995. p. 28 e 31.)

 

Os dois fragmentos de texto acima exemplificam as transformações dos métodos de produção e de trabalho, com conseqüentes mudanças na forma de consumo da população mundial. Eles falam respectivamente

 

a) da produção flexível e do pós-fordismo.

b) do fordismo e do taylorismo.

c) do socialismo e do capitalismo.

d) do fordismo e do método Just-in-time.

e) da indústria planificada e do toyotismo.

 

(UFJF) Analise a tirinha a seguir:

 

 

Disponível em <http://images.google.com.br/novaes>. Acesso em 24/10/2008.

 

Nela, evidencia-se que a introdução da cronometragem no interior da produção vai se tornar um

ponto de atrito constante entre a direção e os operários e suas organizações.

Esse princípio foi introduzido na organização do trabalho pelo paradigma de produção:

a) flexível.

b) marxista.

c) pós-fordista.

d) taylorista.

e) toyotista.

 

(CEFET) Considere as seguintes afirmações sobre a transformação da economia chinesa nas últimas décadas.

 

I. A China tornou-se o segundo maior receptor de investimentos estrangeiros no mundo (2005).

II. A política de abertura econômica transformou a China em uma das mais importantes plataformas

de exportação de bens de consumo no mundo.

III. As zonas econômicas especiais (ZEEs) foram implantadas, principalmente, na Manchúria, beneficiando-se das reservas de carvão mineral e minério de ferro dessa região.

IV. A expansão econômica acelerada das últimas décadas comprova o dinamismo do modelo de planificação central e estatização dos meios de produção.

 

São corretas:

 

a) apenas I e II

b) I e III

c) II e III

d) III e IV

e) I, II e IV

 

(UNIFEI) Até meados dos anos 40, estes países possuíam economias exclusivamente agrícolas. Porém, um forte investimento do Estado na educação e no setor industrial permitiu, na década de 70, que eles se tornassem grandes exportadores, elevando o seu crescimento econômico rapidamente. Essa afirmação refere-se aos:

 

a) países denominados Tigres Asiáticos

b) antigos países comunistas que se tornaram independentes

c) países latino-americanos pertencentes ao Cone Sul

d) países do leste europeu apenas

 

 

(UNIFEI) Assinale abaixo o grupo de países que atualmente são considerados economicamente emergentes no mundo, que possuem forte industrialização e oferecem boas oportunidades de investimentos internacionais.

 

a) Portugal, Canadá e Argentina

b) Brasil, China e Tailândia

c) Brasil, México e Alemanha

d) Cuba, Chile e Rússia

 

(UDESC) Assinale a alternativa INCORRETA, sobre a industrialização.

 

a) Nunca houve na história um tipo de sociedade industrial que não fosse nomeada e produtivamente capitalista, ou seja, não há indústria em uma sociedade que não seja capitalista.

b) A industrialização se caracteriza pela produção em larga escala, localizada em estabelecimentos fabris, com uso de maquinaria e grande quantidade de mão de obra, com o objetivo de atingir um mercado consumidor.

c) A industrialização é um processo, nesse sentido se relacionam as etapas anteriores de produção, como nas manufaturas dos séculos XV, XVI e XVII, nas quais já era possível notar algumas das características da industrialização.

d) A Inglaterra é considerada uma das nações pioneiras no processo de industrialização.

e) O conceito de industrialização implica uma série de elementos específicos, como: as descobertas científicas e seu emprego nas atividades produtivas; uma combinação entre as atividades de produção e de consumo; o mercado; o contrato; a moeda como instituições que norteiam a troca entre produtores e consumidores, etc.

 

(PUCMG) Com o avanço do processo de globalização, a industrialização estendeu-se a vários países e regiões do mundo, levando à superação do modelo clássico da Divisão Internacional do Trabalho, em que cabiam aos países ricos a produção e a exportação de manufaturados e aos países pobres a produção e a exportação de matérias-primas. No modelo atual, há uma tendência clara de deslocamento de alguns tipos de indústrias para países periféricos, atendendo a interesses econômicos e estratégicos das grandes corporações.

 

São exemplos de indústrias que, no processo de desconcentração industrial, privilegiaram sua localização em alguns países periféricos da Ásia e América Latina, EXCETO:

a) indústrias de base, como as siderúrgicas, metalúrgicas ou petroquímicas, pelas vantagens locacionais oferecidas próximo às áreas produtoras das matérias-primas.

b) indústrias de bens de consumo não duráveis ou semiduráveis, como as indústrias de alimentos, bebida ou de vestuário, em virtude da elevada disponibilidade de mão-de-obra barata e da proximidade dos mercados consumidores.

c) indústrias de alta tecnologia, vinculadas a setores como a informática, telecomunicação por satélites e produtos aeroespaciais, que exigem mão-de-obra altamente qualificada e vinculação estreita com grandes centros de pesquisa e universidades.

d) indústrias de bens de consumo duráveis como móveis, eletrodomésticos e automóveis, que, apesar de destinarem-se a um mercado consumidor mais amplo, favoreceram-se de benefícios fiscais e de parcerias locais.

 

(FATEC)

 

Fonte: OMC - Estatística del Comercio Internacional (2007)

 

O desempenho das exportações de mercadorias na região do Continente Asiático (menos o Japão), principalmente após os anos 80, pode ser explicado por fatores tais como:

a) a chamada industrialização tardia e/ou planificada da China, dos Tigres Asiáticos e da Índia.

b) a chamada industrialização clássica nos países da ex-URSS, após o fim do socialismo.

c) a criação de blocos econômicos como ASEAN e NAFTA entre os países do continente.

d) a nova inserção do continente na divisão mundial do trabalho como grande produtor agropecuário.

e) a 3ª revolução industrial e as conquistas sociais do neoliberalismo na maior parte destes países.

 

VESTIBULAR 2008

 

(UFPR) Observe o mapa a seguir:

 

 

Com base no mapa e nos conhecimentos de Geografia, assinale a alternativa correta.

 

a) O mapa indica os centros políticos e econômicos das maiores potências militares e geopolíticas do mundo.

b) Estão indicadas as maiores concentrações populacionais de cada uma das grandes civilizações modernas: a americana, a européia, a russa, a negra, a oriental e a austral.

c) A maioria das grandes concentrações urbanas do mundo se localiza no hemisfério Norte, devido ao papel do clima temperado e dos grandes vales pluviais na origem da civilização.

d) As áreas indicadas mostram concentrações urbanas e industriais que vêm perdendo importância relativa na economia mundial em função do crescimento demográfico e industrial da Índia.

e) As áreas indicadas são grandes concentrações industriais em termos de valor da produção, sem considerar diferenças relacionadas à sofisticação dos produtos e da tecnologia.

 

(PUCMG) No mundo capitalista, a industrialização contemporânea apresenta uma certa dispersão do processo produtivo em áreas que oferecem maiores vantagens econômicas. Entre os reflexos dessa realidade nos países periféricos, assinale a afirmação INCORRETA.

 

a) Ocorre implantação de avanços tecnológicos e expansão da produção em países periféricos, como estratégias instituídas pelo modelo industrial vigente, para ampliar seus mercados.

b) Existe incentivo ao consumo dos produtos disponibilizados pela indústria moderna, alterando hábitos culturais nos países periféricos e atendendo ao sistema de capital mundial.

c) Há discrepância entre o setor público dos países periféricos, com pouca capacidade de investimento, e o da iniciativa privada internacional e/ou nacional, que investe, cresce e se globaliza em diversos setores.

d) Há uma ordem pré-estabelecida para o acesso a uma vida mais digna, favorecida pela expansão do processo de produção em países periféricos.

 

(FRB)

 

O mundo moderno, dominado pela sociedade de consumo, tem na indústria o mais importante dos setores da sua economia: ela provoca o desenvolvimento de atividades que lhe são complementares, como fornecedores de matérias-primas e de energia, fornecendo oportunidade de emprego à mão-de-obra, forçando a sua qualificação, produzem capitais e estimulam o desenvolvimento do comércio, dos

transportes e dos serviços.

 

ANDRADE, Manuel Correia de. Geografia econômica. 12. ed. São Paulo: Atlas, 1998.

 

A indústria é vital para colocar os países na vanguarda do processo de desenvolvimento econômico.

Sobre a evolução da indústria, é correto afirmar:

 

a) O artesanato que antecedeu à manufatura teve como principal característica um trabalhador altamente especializado.

b) A invenção da máquina a vapor está vinculada à primeira fase da Revolução Industrial que teve como principal base energética o petróleo.

c) A doutrina liberal predominou na segunda fase da Revolução Industrial, tendo sido implantada, na Inglaterra, pelo seu criador Henry Ford.

d) Os Tigres Asiáticos, países de industrialização tardia, se desenvolveram a partir de uma política agressiva, voltada para o mercado interno.

e) A reengenharia e o just in time são elementos da terceira fase da Revolução Industrial que teve seu modelo derivado do Toyotismo.

 

(FMTM) Considere os itens apresentados a seguir para responder a questão.

 

I. A demanda para o mercado interno serve de apoio ao desenvolvimento da indústria nacional, e uma pequena parte da produção é voltada à exportação.

II. Leis trabalhistas semelhantes às vigentes nos países em que vigora o modelo de estado do bem-estar social.

III. Existência de mão-de-obra qualificada e disciplinada, como resultado do investimento estatal na educação básica e ensino técnico.

IV. Produtos manufaturados dominam a pauta de exportações, auxiliados por taxas de câmbio sub-valorizadas e facilidades para exportação.

V. Grandes complexos industriais estão instalados em áreas especiais, geralmente no litoral, associadas a modernos portos.

 

As características do modelo econômico de plataformas de exportação dos Tigres Asiáticos estão expressas apenas em

 

a) I, II e III.

b) I, III e V.

c) II, III e IV.

d) II, IV e V.

e) III, IV e V.

 

(FALM) A China é uma das economias que mais crescem no mundo, pois já possui o quarto maior PIB atrás apenas de Estados Unidos, Japão e Alemanha. Isso se deu principalmente à abertura de sua economia. A respeito das zonas econômicas chinesas, considere a alternativa correta:

 

a) Possuem mão de obra onerosa e abundante

b) Foram apoiadas por uma sólida infra-estrutura de tal forma que permitisse a entrada de capital financeiro

c) Produção agroindustrial diversificada e voltada ao mercado interno.

d) Proximidade das áreas aeroportuárias e rurais

e) Abertura de mercado ao capital estrangeiro e com participação estatal moderada.

 

(UFRR) A China ocupa o centro das atenções no noticiário econômico e político mundial. O seu rápido crescimento industrial permite, por exemplo, que seja responsável pela produção de mais de 50% dos brinquedos, relógios e calçados no mundo. Esse rápido crescimento poderá levar a várias conseqüências, EXCETO:

 

a) A busca de fontes de energia e de matéria prima.

b) Diminuição da dependência de fontes de energia oriundas de combustíveis fósseis.

c) A parcela da população cujo padrão de vida melhorou, começa a comprar carros e a poluir ainda mais as áreas urbanas.

d) Alterações no campo causando êxodo rural.

e) Maior participação no comércio internacional de produtos industrializados.

 

(UFPI) A partir da Revolução Industrial, cada vez mais, o processo de acumulação de capital se internacionaliza. Ao longo do século XX, esse processo se caracterizou, principalmente, por:

 

a) Alianças bem-sucedidas entre países de pequena dimensão territorial, para proteger-se do comércio com os países capitalistas desenvolvidos.

b) Dependência vital dos países desenvolvidos em relação aos países subdesenvolvidos, cujas matérias-primas são a única sustentação da industrialização dos primeiros.

c) Solidariedade entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos, cabendo aos primeiros suprir os demais em matérias-primas raras e programas de educação e saúde das populações pobres.

d) Aprofundamento da divisão do trabalho entre países e no interior dos próprios países dependentes, com o crescimento da industrialização associada ao grande endividamento externo.

e) Democratização dos mecanismos de troca internacional, premida pela elevação constante dos preços das matérias-primas em níveis superiores aos dos produtos industrializados.

 

(UNIFOR) Os "velhos tigres asiáticos", entre os quais se destaca a Coréia do Sul, apresentaram uma situação bastante original: de simples montadores para exportação passaram a desenvolver tecnologia e, hoje, destacam-se como áreas de industrialização avançada. Pode-se apontar como um dos fatores responsáveis por essa transformação

 

a) as abundantes jazidas de minérios e combustíveis fósseis.

b) a presença de sindicatos fortes e combativos.

c) os investimentos maciços em educação e em pesquisas tecnológicas.

d) o forte crescimento vegetativo que criou um grande mercado consumidor.

e) a presença de Estados democráticos que exaltam a participação popular.

 

VESTIBULAR 2007

 

(UNIFOR) Os "velhos tigres asiáticos", entre os quais se destaca a Coréia do Sul, apresentaram uma situação bastante original: de simples montadores para exportação passaram a desenvolver tecnologia e, hoje, destacam-se como áreas de industrialização avançada. Pode-se apontar como um dos fatores responsáveis por essa transformação

 

a) as abundantes jazidas de minérios e combustíveis fósseis.

b) a presença de sindicatos fortes e combativos.

c) os investimentos maciços em educação e em pesquisas tecnológicas.

d) o forte crescimento vegetativo que criou um grande mercado consumidor.

e) a presença de Estados democráticos que exaltam a participação popular.

 

(UTFPR)

 

“Os movimentos que vêm modificando as relações de trabalho guardam relação com a implantação de um novo padrão de acumulação (com raízes no chamado toyotismo), que teve lugar no Brasil especialmente a partir dos anos 90, em paralelo com a intensificação da abertura comercial e financeira.

A exposição da economia à competição internacional contribuiu para a incorporação de processos de reestruturação produtiva, os quais flexibilizaram o mercado de trabalho – aumentando a liberdade dos empregadores na contratação e demissão de mão-de-obra – e introduziram novas tecnologias que tornaram obsoletos certos postos de trabalho.”

 

PINHEIRO, A lessandro Maia; ÁLVARO, Maria Angela Gemaque. Informalidade na região metropolitana de Belém:

 

Em relação às conseqüências do processo descrito no texto, assinale a única alternativa INCORRETA.

 

a) Nos EUA o chamado toyotismo foi responsável pela transferência da força industrial para as regiões Oeste e Sul, onde formam o chamado Sun Belt.

b) A flexibilização do mercado de trabalho obriga a PEA a ter maior nível de especialização, exigência dos melhores empregos no setor terciário.

c) Nos países desenvolvidos promoveu a migração da População Ativa para o setor terciário, que hoje emprega a maior parte da população adulta.

d) Em países emergentes à liberação da mão-de-obra da indústria somou-se a PEA que vem do campo em função da crescente mecanização rural.

e) A perda dos cargos industriais para a automação sempre resultou na criação de um número maior de postos de trabalho que o de desempregados.

 

(UTFPR) Sobre os Estados Unidos destacamos as seguintes afirmativas:

 

I) Os EUA dispõem da menor rede ferroviária articulada do mundo, contando com apenas 170 mil km, e

o seu maior entroncamento ferroviário situa-se na cidade de Washington.

II) Chipitts e Boswash, próximas à região dos Grandes Lagos, formam megalópoles que contém um pólo industrial alta-mente diversificado, onde encontramos indústrias siderúrgica, metalúrgica, mecânica, naval, eletrônica, automotiva, petroquímica, alimentícia, têxtil entre outras.

III) No Estado do Kansas há um destaque para as indústrias mecatrônica e bélica além da aeroespacial.

IV) O Sun Belt ocupa a área ocidental meridional. Nesta faixa encontramos empresas características da 3ª revolução industrial como a microinformática, microeletrônica, mecatrônica e biotecnologia entre

outras.

V) A concentração das indústrias cinema-tográficas e Disney World se verificam no Estado de Utah.

 

Estão corretas somente:

 

a) I e II.

b) I e V.

c) II e III.

d) II e IV.

e) I e IV.

 

(UFSC) A partir do final da década de 1970, a China vem promovendo um intenso processo de reformulação econômica. Sobre as mudanças ocorridas a partir desse período, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).

 

01. Tais mudanças não alavancaram a economia chinesa, pois o país continua tendo déficit na sua balança comercial, como aqueles registrados no período da Revolução Cultural.

02. Deng Xiao Ping começou a transformação pela agricultura, promovendo o assalariamento rural e subsidiando o povo para a compra de produtos agrícolas.

04. A partir da criação das Zonas Econômicas Especiais, a China vem enfrentando um forte êxodo rural.

08. A política de abertura econômica na China significou a adesão completa a uma economia de mercado nos moldes capitalistas.

16. Potência nuclear, a China tem atualmente como principal ponto de tensão o Japão, pois os chineses pretendem reintegrar o arquipélago japonês ao seu território.

 

Resposta: 02 + 04 = 06

 

(UFRJ)

 

iipm-bangalore1

Bangalore, o Vale do Silício indiano, uma ilha futurista em meio

ao caos urbano que caracteriza a maioria das cidades indianas.

 

(Adaptado de Folha de São Paulo, 10/09/2006)

 

Apresente dois fatores que propiciaram os investimentos externos no setor de serviços tecnológicos na Índia.

 

Resposta:

 

Entre os fatores que propiciaram os investimento externos no setor de serviços tecnológicos na Índia estão: abertura ao capital estrangeiro; política de privatização; qualificação e baixos salários de uma parcela da população; uso da língua inglesa por grande parte dos indianos; crescimento de uma parcela do mercado interno.

 

(UFG) Observe a imagem e o texto a seguir.

 

Cena do filme Tempos Modernos

 

“Tempos modernos, filme de 1936, cuja temática ultrapassa a tragédia da existência individual e coloca em cena o conflito entre o homem e o taylorismo.”

 

BODY-GENDROT, Sophie. Uma vida privada francesa segundo o modelo americano. In:

DUBY, Georges; ARIÈS, Philippe. História da vida privada. V.3, p. 535. [Adaptado].

 

Considerando a imagem e o fragmento,

a) indique duas características do taylorismo;

b) explique o novo tipo de conflito sugerido no texto.

 

Resposta:

 

a) Frederick Taylor (1856-1915) concebeu o que se denominaria o “taylorismo”, que se caracteriza

por:

 

- aplicação de métodos científicos para obter uniformidade na produção e reduzir custos;

- planejamento das etapas de trabalho (metodologia para o trabalho), visando ao aumento da produção;

- treinamento de trabalhadores para produzir mais e com mais qualidade;

- especialização do trabalho (o trabalho deve ser realizado tendo em vista uma seqüência e um tempo  pré-determinados para que não haja desperdício operacional);

- inserção de supervisão funcional e do planejamento de cargos e tarefas (todas as fases do trabalho devem ser acompanhadas, o que aumenta o controle sobre a atividade e o tempo de trabalho do operário);

- o fordismo (anos 20) é expressão prática da concepção taylorista.

 

b) a presença das máquinas e a necessidade do trabalhador de acompanhar seu ritmo para que se alcance o maior índice de produtividade provoca uma sujeição do homem à máquina, sujeição marcada pela repetição reflexa dos movimentos e pelo aparecimento de novas enfermidades ligadas ao espaço de trabalho. As seqüências do filme “Tempos Modernos” explicitam a crítica no que diz respeito à adequação corporal do trabalhador a esse novo mundo da produção, dominado pelas máquinas.

 

(Ufc) A revolução técnico-científica e informacional produzida no século XX, a qual se estende aos nossos dias, trouxe profundas mudanças nos sistemas de produção e nas relações de trabalho que incidem diretamente sobre a organização do espaço geográfico. Acerca das novas formas de relações de trabalho, é possível afirmar, corretamente, que:

 

a) nos países desenvolvidos, com o grande avanço tecnológico, o desemprego foi reduzido e os sindicatos foram fortalecidos, respondendo aos interesses trabalhistas.

b) o sistema de flexibilização da produção (modelo toyotista), que acarretou mudanças nas relações de trabalho, aplica-se apenas à indústria japonesa.

c) o regime de trabalho permanente nas empresas industriais e de serviços ampliou-se, e foram fortalecidos os direitos sociais dos trabalhadores.

d) a terceirização tem sido utilizada pelas empresas como uma das formas de flexibilização das relações de trabalho.

e) a substituição progressiva do trabalho humano pelo informatizado foi restrita aos setores agrário e industrial.

 

(PUCRS) Responder à questão com base no texto a seguir, referente a um país da Ásia.

 

Sendo um dos países mais populosos do mundo, tem passado, desde a década de 90 do século XX, por transformações no seu espaço geográfico, fato que, por um lado, aponta para a globalização e para o desenvolvimento tecnológico e, por outro, acentua as diferenças sociais. A formação de mão-de-obra especializada destaca-se na produção de softwares,aviões, pesquisas espaciais, supercondutores e no desenvolvimento das biociências. Embora durante a Guerra Fria esse país tenha procurado não se envolver com alinhamentos propostos pelos Estados Unidos ou pela União Soviética, tem historicamente encontrado dificuldades de relacionamento com os seus vizinhos, em especial com o Paquistão.

 

O país a que o texto se refere é

 

a) a China.

b) o Japão.

c) a Arábia Saudita.

d) a Índia.

e) o Irã.

 

(PUCRS) Para responder à questão, considere a relação existente entre o espaço geográfico e as respectivas áreas de maior concentração industrial, preenchendo os parênteses com V para as verdadeiras e F para as falsas.

 

(  ) Europa Oriental – Sul da Espanha e Norte da Itália.

(  ) China – Setor Norte, junto à fronteira com a Mongólia.

(  ) Canadá – Setor Sudeste, no eixo formado entre as cidades de Montreal e Toronto.

(  ) Brasil – Região Sudeste, principalmente no estado de São Paulo.

 

O preenchimento correto dos parênteses, de cima para baixo, é

 

a) F – V – F – V

b) F – F – V – V

c) V – V – F – F

d) V – F – V – F

e) F – V – V – V

 

(CEFESP)

 

A área hachurada no mapa representa o Vale do Ruhr, sobre o qual foi publicada a seguinte matéria:

 

Sucata vira pólo turístico na Alemanha

 

Muros de escalada nas paredes de velhas fábricas. Parques e muito verde em meio a antigas minas de ..1.. Festivais de teatro, de design e de música em antigas indústrias ..2.. abandonadas. O entretenimento, o turismo e até o verde estão mudando a fisionomia dos antigos complexos industriais de uma das regiões mais decadentes e feias da Europa.

 

Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas 1 e 2 da frase.

 

a) cobre  têxteis

b) bauxita  petroquímica

c) ferro  alimentícia

d) carvão  siderúrgicas

e) estanho  metalúrgica

 

(FGV-DIREITO) A China, quarta economia mundial, segundo os dados do Banco Mundial, é considerada uma “economia socialista de mercado”. Sua abertura econômica teve início no final dos anos de 1970, através de um conjunto de medidas que geraram, gradativamente, uma integração entre a economia chinesa e empresas e países capitalistas.

 

a) Quais as características gerais do processo de abertura da economia chinesa? 

b) Explique os principais atrativos da economia chinesa para os investidores estrangeiros.

 

Resposta esperada

 

a)

 

1. Com a morte do líder comunista Mão Tsé-tung (1976) e ascensão ao poder do líder Deng Xiaoping, o governo chinês deu início a uma série de reformas no campo e na cidade com o objetivo de conduzir o país a um processo de abertura econômica controlado por um governo centralizado de orientação comunista.

2. Foram criados pólos de desenvolvimento industrial e tecnológico (com controle da participação do capital estrangeiro) e as Zonas Econômicas Especiais (onde não há restrição à participação do capital estrangeiro), que se destinam à plataforma de exportação de produtos industriais.

3. Além da entrada do capital estrangeiro, houve a inserção da China no fluxo financeiro internacional (bolsa de Xangai e Shenzen) com incremento do fluxo comercial. Destaca-se, ainda, a entrada da China na OMC.

4. A política de desvalorização da moeda chinesa em relação às estrangeiras é fator favorável à maior competitividade dos produtos chineses na economia internacional.

 

b)

 

1. A China representa o mais promissor mercado consumidor do mundo, com um mercado potencial de 1,3 bilhão de habitantes e um mercado real de 400 milhões de chineses incorporados à sociedade de consumo.

2. Situa-se em uma posição privilegiada, nas proximidades de importantes economias como Japão, Coréia do Sul e Índia.

3. Possui mão-de-obra abundante, barata e disciplinada quando comparada com outros países e regiões do mundo capitalista.

4. É rica em recursos naturais e tem investido na geração e melhoria da infra-estrutura de transportes, energia e comunicações.

5. Impostos relativamente baixos.

 

 

ATUALIZADO EM 10/04/2013