Página inicial
Sala de leitura
Enem
Críticas e sugestões
Eventos
Links paratodos
videos
 


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA ALGUNS VIDEOS DIDÁTICOS CPTEC.INPE


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA JOGO – QUEBRA CABEÇA COM MAPA-MÚNDI FÍSICO


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA MAPA INTERATIVO DAS EMISSÕES DE CO2 NOS DIFERENTES PAÍSES DO MUNDO E DADOS DEMOGRÁFICOS.


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E JOGUE COM O MAPA DA EUROPA


CLIQUE NA IMAGEM E LEIA AS MANCHETES DE HOJE DOS JORNAIS DE TODO O
MUNDO.


VEJA O QUANTO VOCÊ CONHECE SOBRE CONTINENTES E OCEANOS


2 JOGOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL


CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA O MAPA-MÚNDI INTERATIVO

site www.geocienciasnomapa.com.br
CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA UM SERVIÇO DE LOCALIZAÇÃO ESPACIAL DE TESES E DISSERTAÇÕES EM GEOCIÊNCIAS

 

Capítulo 4 – Geologia: evolução da Terra e fenômenos geológicos

 

VESTIBULAR 2012

 

GEOLOGIA

(FACID) Terremotos são gerados pelos movimentos naturais das placas tectônicas da Terra, que causam ajustes na crosta terrestre, afetando a organização das sociedades, como ilustra a figura abaixo. Em relação aos sismos naturais, é correto afirmar que eles são causados por:


Fonte: camerataallegro.com.br. Acesso em 22/10/2011

a) forças endógenas incontroláveis.
b) energias exógenas excepcionais.
c) forças antrópicas descontroladas.
d) energias antrópicas excepcionais.
e) forças endógenas e antrópicas.

(UDESC) A Teoria da Deriva dos Continentes foi enunciada pelo cientista alemão Alfred Lothar Wegener, em 1912. Segundo este autor a Terra teria sido formada inicialmente por um único e enorme supercontinente que foi se fragmentando e se deslocando continuamente desde o período Mesozóico, como se fosse uma espécie de nata flutuando sobre um magma semilíquido e passeando em diferentes direções.

Assinale a alternativa que contém o nome com o qual foi batizado este supercontinente inicial.

a) Gaia
b) Placas Tectônicas
c) Folhelhos de Wegener
d) Riftis
e) Pangéia

(UFES)

*O IDH – Índice de Desenvolvimento Humano é formado por dados sobre esperança de vida ao nascer, escolaridade e distribuição da riqueza produzida. Varia de 0 a 1.
Explique

a) a semelhança na causa da ocorrência de terremotos, nos dois países;
b) a diferença no impacto social em consequência dos terremotos, entre os dois países, considerando suas situações socioeconômicas.

Resolução:

a) Ambos os países citados situam-se em ilhas oceânicas originadas do encontro de placas tectônicas, estando, portanto, em zonas de intensa atividade sísmica.
b) O Japão apresenta níveis econômicos, tecnológicos e educacionais elevados e possui mecanismos de prevenção e minimização de danos causados pela instabilidade física da área que ocupa. O Haiti, ao contrário, é um país social e economicamente fragilizado, com elevados índices de pobreza e baixos índices educacionais, sem condições de investir em prevenção e minimização dos efeitos de catástrofes naturais. Isso explica porque o abalo sísmico no Japão, mesmo tendo sido de maior magnitude, teve um número de vítimas muito menor que o do ocorrido no Haiti.

(FUVEST) Do ponto de vista tectônico, núcleos rochosos mais antigos, em áreas continentais mais interiorizadas, tendem a ser os mais estáveis, ou seja, menos sujeitos a abalos sísmicos e deformações. Em termos geomorfológicos, a maior estabilidade tectônica dessas áreas faz com que elas apresentem uma forte tendência à ocorrência, ao longo do tempo geológico, de um processo de

a) aplainamento das formas de relevo, decorrente do intemperismo e da erosão.   
b) formação de depressões absolutas, gerada por acomodação de blocos rochosos.   
c) formação de canyons, decorrente de intensa erosão eólica.   
d) produção de desníveis topográficos acentuados, resultante da contínua sedimentação dos rios.   
e) geração de relevo serrano, associada a fatores climáticos ligados à glaciação.   

(UFJF) Leia o seguinte texto:

No último mês de março, a Terra teve um de seus piores desastres naturais: o Japão foi atingido pelo maior terremoto de sua história, seguido por um tsunami, que varreu uma vasta área da costa nordeste do país.
Com uma força equivalente ao poder de 30.000 bombas de Hiroshima, os estragos foram imensos e a situação de calamidade foi potencializada pela explosão de uma usina nuclear e pelo vazamento radioativo na província de Fukushima, a 270 quilômetros ao norte de Tóquio.

Disponível em: <http://www.macroplan.com.br/Documentos/NoticiaMacroplan201146101445.pdf>. Acesso em: 25 set. 2011. Adaptado.

a) Qual a relação entre o terremoto e o tsunami?

Resposta:

Nas áreas próximas aos limites entre as placas em zonas convergentes da placas ocorre grande tensão que  acumula intensa energia, que ao ser descarregada pode acarretar terremotos nas áreas continentais e tsunamis nas áreas oceânicas.

(upe) Leia e analise as afirmativas a seguir, referentes a temas relacionados a alguns aspectos da Litosfera.

1. As rochas ígneas ou plutônicas intrusivas, como os quartzitos e os gnaisses, formam-se a partir da extrusão e consequente consolidação do material magmático, advindo do Manto terrestre.
2. A Crosta sólida do planeta Terra é constituída de uma variedade enorme de materiais minerais e rochosos, embora apenas dois desses materiais nela predominem: o alumínio e o silício.
3. Existem, na superfície terrestre, rochas que resultam de transformações químicas sofridas por materiais em suspensão existentes nas águas; o sal-gema e a gipsita exemplificam esses corpos rochosos.
4. As rochas metamórficas resultam de transformações sofridas, em sua composição e em sua estrutura, por rochas preexistentes, quando entram em contato com rochas magmáticas ou quando submetidas a elevadas pressões e temperaturas.
5. Em um mesmo meio bioclimático, rochas ígneas e rochas sedimentares resultam em relevos iguais porque a erosão independe da qualidade do material rochoso, existente na parte superficial da crosta terrestre e se subordina muito mais às condições climáticas do ambiente.
Estão CORRETAS
a 1 e 4.          
b) 2 e 5.
c) 3, 4 e 5.
d) 2, 3 e 4.
e) 1, 2, 3, 4 e 5.

(UEL) té a segunda metade do século XIX, pensava-se que o mapa do mundo fosse praticamente uma constante. Alguns, porém, admitiam a possibilidade da existência de grandes pontes terrestres, agora submersas, para explicar as semelhanças entre as floras e faunas da América do Sul e da África. De acordo com a teoria da tectônica de placas, toda a superfície da Terra, inclusive o fundo dos vários oceanos, consiste em uma série de placas rochosas sobrepostas. Os continentes que vemos são espessamentos das placas que se erguem acima da superfície do mar.

Adaptado de: DAWKINS, R. O Maior Espetáculo da Terra. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. p.257-258.

Figura 1: Mapa de Placas Tectônicas.
(SIMIELI, Maria Helena. Geoatlas. São Paulo: Ática, 2000.)

EL2012-1-bio-41b
Figura 2: Mapa de Zonas Sísmicas e Vulcões.
(SIMIELI, Maria Helena. Geoatlas. São Paulo: Ática, 2000.)

Com base nas informações contidas no texto, nos mapas e nos conhecimentos sobre placas tectônicas, considere as afirmativas a seguir.

I. As placas tectônicas que dividem as Américas da Europa e da África são divergentes, comprovando a teoria de Wegener, segundo a qual os continentes estão se afastando.
II. As áreas de subducção são locais de encontro de placas tectônicas, resultando em formação de cadeias de montanhas, como os Andes e o Himalaia.
III. As áreas propensas a tsunamis, como Tailândia e Japão, coincidem com as faixas de incidência de choques entre placas tectônicas.
IV. O Brasil não sofre a influência de tsunamis apesar de possuir um vasto litoral e de localizar-se em uma área de instabilidade tectônica.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
b) Somente as afirmativas II e III são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas.

(IFPE) Geocientistas estimam que, a cada ano, o Himalaia cresça cerca de 4 mm de altura. É um fenômeno imperceptível aos olhos humanos, mas que ocorre há milhões de anos, contribuindo para a formação dessa importante estrutura geológica. O movimento tectônico responsável pela formação das cadeias de montanhas, como a do Himalaia, é conhecido como:

a) Orogênese
b) Diogênese
c) Fotogênese
d) Paleogênese
e) Antrogênese

(UEM)  Sobre o planeta Terra, sua idade e evolução, assinale o que for correto.

01) A Terra se originou há, aproximadamente, 9,6 bilhões de anos, juntamente com o início da formação do universo. As primeiras formas de vida na Terra surgiram na Era Mesozoica. Atualmente, nos encontramos na Era Paleozoica, no período Cretáceo.   
02) O método de datação realizado a partir do carbono quatorze (C14), que é um elemento radioativo absorvido pelos seres vivos, é muito utilizado para a investigação da idade de achados arqueológicos mais recentes, de origem orgânica, pois sua meia-vida é de 5.700 anos.   
04) O tempo geológico é dividido em Éons, Eras, Períodos e Épocas. A sua sistematização cronológica é conhecida como escala de tempo geológico. A partir dessa sistematização, foi possível estabelecer uma sucessão de eventos desde o presente até a formação da Terra.   
08) A deriva dos continentes se iniciou na Era Cenozoica, por volta de 100 mil anos atrás, quando só existia um único continente chamado de Gondwana. Posteriormente, no Holoceno, este continente se dividiu em cinco outros continentes, chegando à configuração atual.   
16) Geocronologia são as diferentes formas de investigação da escala de tempo das rochas, da evolução da vida e da própria Terra. O método de datação mais utilizado na Geogronologia envolve a medição da quantidade de energia emitida pelos elementos radioativos presentes nas rochas e minerais.   

Resposta:
 02 + 04 + 16 = 22.

(PUCMG)

No contato entre placas litosféricas ocorre a maioria dos fenômenos relacionados ao tectonismo e vulcanismo do globo. Essas áreas de contato podem exibir as seguintes feições morfológicas, EXCETO:

a) Tsunamis
b) Cadeias de montanhas
c) Vulcões
d) Fossas tectônicas

(PUCMG)

A análise da figura, que representa as principais placas tectônicas do globo terrestre, está INCORRETAMENTE expressa em:

a) As placas tectônicas movimentam-se sobre o manto terrestre provocando choques, divergências ou movimentos paralelos entre si.
b) Movimentos divergentes entre placas podem conduzir à abertura de bacias oceânicas.
c) A bacia do Pacífico encontra-se circundada por margens continentais passivas.
d) O movimento contínuo das placas provoca, em tempo geológico, a formação de supercontinentes.

(UDESC)  A Teoria da Deriva dos Continentes foi enunciada pelo cientista alemão Alfred Lothar Wegener, em 1912. Segundo este autor a Terra teria sido formada inicialmente por um único e enorme supercontinente que foi se fragmentando e se deslocando continuamente desde o período Mesozoico, como se fosse uma espécie de nata flutuando sobre um magma semilíquido e passeando em diferentes direções.

Assinale a alternativa que contém o nome com o qual foi batizado este supercontinente inicial.
a) Gaia   
b) Placas Tectônicas   
c) Folhelhos de Wegener   
d) Riftis   
e) Pangeia   
  
(UFPB) Em 2010, a cidade de João Pessoa sofreu um pequeno abalo sísmico, sentido por uma considerável parcela da população, principalmente a que se encontrava em andares mais elevados de edifícios. O epicentro desse abalo foi no Estado do Rio Grande do Norte e ocorreu, segundo os especialistas, devido à acomodação geológica do terreno. O mapa a seguir apresenta a distribuição das placas tectônicas:

De acordo com o exposto e a literatura sobre os abalos sísmicos, julgue os itens a seguir, considerando a localização do Brasil e a ocorrência desses eventos no país:
(     )  Por estar localizado na borda de uma placa tectônica, os abalos sísmicos são muito frequentes e de intensidade moderada a forte.  
(     )  Por estar localizado no centro de uma placa tectônica, os abalos sísmicos são pouco frequentes e de intensidade baixa a moderada.  
(     )  Por estar localizado no centro de uma placa tectônica, é considerado um país assísmico, e o evento ocorrido em 2010 foi um episódio inédito e anômalo.  
(     )  Por estar assentado, em grande parte, sobre um embasamento geológico antigo, os sismos ocorridos são típicos de uma região intraplaca.
(     )  Por estar localizado sobre a Placa Sulamericana que se move em direção a oeste, as acomodações geológicas que podem ser geradas provocam abalos sísmicos de intensidade baixa a moderada.  

Resposta:

 F - V - F - V - V.

(UNICAMP) “Em 1883, a violenta erupção do vulcão indonésio de Krakatoa riscou do mapa a ilha que o abrigava e deixou em seu rastro 36 mil mortos e uma cratera aberta no fundo do mar. Os efeitos da explosão foram sentidos até na França; barômetros em Bogotá e Washington enlouqueceram; corpos foram dar na costa da África; o estouro foi ouvido na Austrália e na Índia”.

(S. Winchester, Krakatoa – o dia em que o mundo explodiu. Rio de Janeiro: Objetiva, 2003, contracapa.)

a) Por que no sudeste da Ásia, onde se localiza a Indonésia, há ocorrência de vulcões? Por que as encostas de vulcões normalmente são densamente povoadas?

b) Por que a atividade vulcânica deste tipo de vulcão pode causar o resfriamento nas temperaturas médias em toda a Terra?

Respostas:

a) É decorrente do fato de essa área localizar-se no limite de duas placas tectônicas (bordas convergentes), no denominado Círculo de Fogo. Geralmente, associados às encostas de vulcões existem solos de elevada fertilidade química natural, o que favorece a atividade agrícola nessas áreas.

b) Esse vulcão é de tipo explosivo e lança grandes quantidades de cinzas vulcânicas e gases na atmosfera, que podem se espalhar por toda a Terra. Estes materiais, na atmosfera, podem refletir parte da energia solar antes que esta aqueça a superfície terrestre, provocando seu resfriamento.

(FGV) Observe a imagem da Falha de Santo André, na Califórnia (EUA).

(http://static.infoescola.com/wp-content/uploads/2010/04/falha-de-san-andreas.jpg)

A importante Falha de Santo André está relacionada

a) ao deslizamento horizontal entre as placas do Pacífico e Norte-Americana.
b) ao rebaixamento da placa de Nazca em relação à placa do Pacífico.
c) à meteorização da plataforma continental do litoral Pacífico.
d) à corrosão das rochas que formam o substrato cristalino californiano.
e) ao ravinamento das rochas resultante da semiaridez do oeste californiano.

(UFPE) A figura esquemática a seguir refere-se à estrutura interna do planeta. Observe-a.

Com base nessa figura, analise as afirmações seguintes.
(     )  A estrutura interna da Terra é representada em modelos que se apoiam em dois critérios distintos: as propriedades físicas e a composição química.  
(     )  O Manto terrestre, indicado pelo número 1, se situa sob o Núcleo e se estende até 20 km de profundidade; é uma faixa de intensa atividade sísmica e vulcânica.  
(     )  O estudo da estrutura interna da Terra tem por base métodos muito diversificados, mas a análise da Astenosfera já é possível mediante observações diretas.  
(     )  A camada número 1 apresenta manifestações magmáticas e sísmicas nas áreas de colisão de placas litosféricas; essas áreas são tectonicamente instáveis.  
(     )  A crosta oceânica é formada basicamente de basaltos; ela é menos espessa, em geral, do que a crosta continental, sobre a qual residem bilhões de seres humanos.  

Resposta:

 V - F - F - V - V.

 

 

 

VESTIBULAR 2011

 

GEOLOGIA

 

(PUCRIO) Terremotos são gerados pelos movimentos naturais das placas tectônicas da Terra, que causam ajustes na crosta terrestre, afetando a organização das sociedades. Em relação aos sismos naturais, é correto afirmar que eles são causados por:

 

a) forças endógenas incontroláveis.

b) energias exógenas excepcionais.

c) forças antrópicas descontroladas.

d) energias antrópicas excepcionais.

e) forças endógenas e antrópicas.

 

(UFRR) As rochas, assim como outros componentes do meio natural, são classificadas por meio de critérios específicos, permitindo agrupá-las segundo características semelhantes. Uma das principais classificações é a genética, em que as rochas são agrupadas de acordo com o seu modo de formação na natureza. Sob este aspecto, as rochas se dividem em três grandes grupos:

 

a) Calcárias, basálticas e graníticas;

b) Crostáticas, continentais e oceânicas;

c) Areníticas, vulcânicas e radioativas;

d) Ígneas, sedimentares e metamórficas;

e) Neolíticas, terciárias e quaternárias.

 

(UEPI) A Teoria da Tectônica de Placas explica diversos tipos de estrutura verificados na Litosfera. Observe a ilustração a seguir.

 

 

De acordo com essa teoria, esse desenho esquemático ilustra o (a)

 

a) colisão de placas ocênica e continental.

b) mecanismo de subdução de placas litosféricas.

c) gênese dos arcos de ilhas e subsidência magmática.

d) formação tricheiras oceânicas.

e) expansão do assoalho submarino e a ascensão do magma.

 

(UFLA)

 

MORTOS POR CAUSA DE TERREMOTO NO CHILE JÁ SÃO MAIS DE 300, DIZ GOVERNO

Tremor de magnitude 8,8 afetou 2 milhões de pessoas, diz presidente

 

            O terremoto de magnitude 8,8 que sacudiu o Chile neste sábado (27/2) causou a morte de mais de 300 pessoas, informou durante a noite a diretora do Escritório Nacional de Emergência (Onemi, na sigla em espanhol), Carmen Fernández.

            Segundo Bachelet, que sobrevoou de helicóptero as áreas atingidas neste sábado (27/2), o terremoto afetou 80% do país, e há pelo menos 1 milhão de casas danificadas. A presidente mandou condolência e solidariedade às vítimas e pediu "força" aos cidadãos.

            O terremoto, de cerca de um minuto de duração, ocorreu às 3h34 (horário local de verão, o mesmo de Brasília) e atingiu a região central do Chile, perto da cidade de Concepción, 400 km ao sul de Santiago. Na capital chilena, a 325 km de distância, o terremoto estremeceu diversos prédios, e várias regiões da cidade ficaram sem energia. Com medo, muitos chilenos saíram às ruas.

            O tremor foi sentido nos países vizinhos, inclusive no Brasil. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil de São Paulo informaram que receberam chamados para verificar pequenos tremores em vários bairros da capital paulista.

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,MUL1508896-5602,00.html

 

As alternativas abaixo apresentam trechos selecionados do texto acima, assim como explicações para os mesmos. Assinale a alternativa INCORRETA:

 

a) “O terremoto de magnitude 8,8...”: refere-se à Escala Richter, utilizada para medir terremotos.

b) “... o terremoto afetou 80% do país...”: esse tipo de fenômeno natural deve ser classificado como agente endógeno.

c) “... atingiu a região central do Chile...”: nesse país, terremotos são relativamente frequentes, pois o país se localiza em uma região de instabilidade geológica.

d) “O tremor foi sentido nos países vizinhos, inclusive no Brasil.”: o fato de o Brasil fazer fronteira com o Chile possibilitou essa situação.

 

(UFRN) A Europa, em abril de 2010, foi surpreendida por uma nuvem de cinzas vulcânicas liberada pela erupção do Eyjafjallajokull na Islândia. A erupção desse vulcão, assim como a de outros dispersos na superfície da Terra, pode provocar alterações na vida das pessoas, bem como na dinâmica da natureza.

 

Nesse sentido, a erupção vulcânica constitui-se um fenômeno natural que pode causar

 

a) a formação de rochas metamórficas e os tremores de terra.

b) a elevação da temperatura global e o empobrecimento da fertilidade dos solos.

c) a formação de rochas magmáticas e o enriquecimento da fertilidade dos solos.

d) a redução da temperatura global e a formação de cadeias montanhosas.

 

(UDESC) São agentes internos de transformação de relevo:

 

a) vulcanismo e abalos sísmicos.

b) tectonismo e correntes marítimas.

c) erosão e vulcanismo.

d ) intemperismo e abalos sísmicos.

e) o homem e vulcanismo.

 

(UEPB) O cartograma mostra as principais áreas petrolíferas do mundo e as regiões favoráveis à produção de petróleo. Tais regiões correspondem às

 

 

a) depressões em clima frio, onde se formaram grandes e rasos lagos de águas paradas em torno dos quais surgiram florestas que, após serem soterradas sem a ação bacteriana, transformaram-se em petróleo.

b) cadeias montanhosas de formação recente, onde a ação tectônica deu origem às altas elevações, nas quais, as curvaturas da crosta permitiram a acumulação do petróleo.

c) estruturas mais antigas da crosta terrestre, denominadas de escudos cristalinos, onde a transformação do magma em rochas metamórficas deu origem ao petróleo.

d) bacias sedimentares onde a presença de dobramentos anticlinais permitiram não só a formação, mas também o aprisionamento de petróleo, formado da putrefação incompleta do plâncton.

e) áreas de maior industrialização localizadas nos países mais ricos e portanto detentores de maior conhecimento geológico e tecnicamente mais bem equipados para realizar prospecção, extração e refino do petróleo.

 

(UNESP) As quatro afirmações que se seguem serão correlacionadas aos seguintes termos:

 

(1) vulcanismo – (2) terremoto – (3) epicentro – (4) hipocentro.

 

a. Os movimentos das placas tectônicas geram vibrações, que podem ocorrer no contato entre duas placas (caso mais frequente) ou no interior de uma delas. O ponto onde se inicia a ruptura e a liberação das tensões acumuladas é chamado de foco do tremor.

b. Com o lento movimento das placas litosféricas, da ordem de alguns centímetros por ano, tensões vão se acumulando em vários pontos, principalmente perto de suas bordas. As tensões, que se acumulam lentamente, deformam as rochas; quando o limite de resistência das rochas é atingido, ocorre uma ruptura, com um deslocamento abrupto, gerando vibrações que se propagam em todas as direções.

c. A partir do ponto onde se inicia a ruptura, há a liberação das tensões acumuladas, que se projetam na superfície das placas tectônicas.

d. É a liberação espetacular do calor interno terrestre, acumulado através dos tempos, sendo considerado fonte de observação científica das entranhas da Terra, uma vez que as lavas, os gases e as cinzas fornecem novos conhecimentos de como os minerais são formados. Esse fluxo de calor, por sua vez, é o componente essencial na dinâmica de criação e destruição da crosta, tendo papel essencial, desde os primórdios da evolução geológica.

 

(Wilson Teixeira, et al. Decifrando a Terra, 2003. Adaptado.)

 

Os termos e as afirmações estão corretamente associados em

 

a) 1d, 2b, 3a, 4c.

b) 1b, 2a, 3c, 4d.

c) 1c, 2d, 3b, 4a.

d) 1a, 2c, 3d, 4b.

e) 1d, 2b, 3c, 4a.

 

(UNIFESP) Observe a imagem, leia o texto e responda.

 

(http://revistaescola.abril.com.br)

 

De acordo com a teoria das placas tectônicas, a crosta terrestre está dividida em placas de espessura média de 150 km, que flutuam sobre o substrato pastoso, a astenosfera.

 

(Almeida e Rigolin, 2005. Adaptado.)

 

a) Qual a relação existente entre a teoria da deriva dos continentes e a teoria das placas tectônicas?

 

b) Quais são os três tipos de limites entre as placas tectônicas?

 

Resposta:

 

a) A teoria da deriva continental, criada pelo alemão Alfred Wegener no começo do século XX, propunha a hipótese de que uma única massa continental, chamada Pangeia, teria começado a se dividir há 200 milhões de anos, formando os continentes. Isso teria sido possível pelo fato de a camada mais exterior da Terra estar composta pela litosfera, que inclui a zona solidificada (continentes), e pela astenosfera, que inclui a parte mais interior, o substrato viscoso citado no texto do enunciado. Segundo o cientista, os continentes se moviam sobre o assoalho oceânico devido à ação das forças gravitacionais — o que se provou errado. Mais tarde, outros cientistas defenderam que o movimento é determinado pela ação das forças geradas pelas correntes de convecção do manto terrestre. Portanto os continentes são a parte visível das placas tectônícas que flutuam e derivam ao longo de milhões de anos — o que justifica a expressão deriva continental —, seguindo a direção indicada no mapa do enunciado.

 

b) As placas tectònicas apresentam na sua periferia as zonas de contato, formando três tipos de limites:

 

- Transformantes ou cotiservativos: são os que acontecem quando as placas deslizam ao longo das falhas e se atritam com a$ $uas vizinhas. Ocorrem com o moviento vertical ou epirogenético.

 

- Divergentes ou construtivos: são os que acontecem quando duas placas se afastam uma da outra.

- Convergentes ou destrutivos: são os que acontecem quando duas placas se movem uma em direção à
outra, podendo ocorrer uma subducção (quando uma das placas mergulha sob a outra) ou uma formação de montanhas (quando as placas colidem, se comprimem e se erguem).

 

(UNICAMP) Rocha é um agregado natural composto por um ou vários minerais e, em alguns casos, resulta da acumulação de materiais orgânicos. As rochas são classificadas como ígneas metamórficas ou sedimentares.

 

a) Quais são os processos de formação das rochas metamórficas?

 

b) A Região Sul do Brasil destaca-se na produção de carvão mineral, que é extraído de rochas sedimentares do período Carbonífero. Que condições ambientais permitiram a acumulação desse material orgânico e que processos levaram à posterior formação do carvão mineral?

 

Resposta:

 

a) As rochas metamórficas podem ser formadas a partir de qualquer tipo de rocha, e resultam da ação dos denominados processos diagenéticos, fundamentalmente, elevadas pressões e temperaturas que ocorrem em grandes profundidades na crosta terrestre.

 

b) É necessária a acumulação dos restos orgânicos (florestas) em áreas rebaixadas, que permitem a lenta acumulação dos sedimentos, e na presença de água, que retarda a decomposição da matéria orgânica. Os pântanos são os locais típicos de formação do carvão. Após a acumulação, o material orgânico precisa ser soterrado por sedimentos e passar por processos diagenéticos (temperatura e pressão).

 

(UNESP) As extinções em massa que marcaram a história da Terra aconteceram em diferentes períodos geológicos.

 

Analise o texto e o quadro para responder a questão.

 

Texto

 

O sumiço de espécies é um fato da vida. Além das Big Five, como são conhecidas as cinco grandes extinções em massa do passado, nos dias de hoje é anunciada a Sexta Extinção, porque tem tudo para atingir dimensões comparáveis às das outras cinco grandes extinções em massa da história da Terra. Propício atentar a este problema, pois é o Ano Internacional da Biodiversidade.

 

Quadro

            (Reinaldo José Lopes. Unespciência, ano 1, n.º 7, abril de 2010. Texto e quadro adaptados.)

 

A partir do texto e do quadro, analise as afirmações.

 

I. Nas Big Five, os fatores que desencadearam a extinção em massa foram fenômenos astronômicos, geológicos com intensas rupções vulcânicas e a deriva dos continentes, associados a flutuações no nível do mar e mudanças climáticas.

II. Na Sexta Extinção, como é conhecido o atual momento, o principal fator que desencadeia este fenômeno é o aumento do número de terremotos e da atividade vulcânica no Círculo de Fogo do Pacífico.

III. Nas Big Five, as extinções em massa parecem não terem sido desencadeadas pela ação de seres vivos, principalmente por uma única espécie – o homem.

IV. A capacidade de recuperação da biodiversidade planetária é imensa. As Big Five ocorreram pela intervenção humana associada a eventos de impactos de meteoritos e intenso vulcanismo.

 

Estão corretas as afirmações

 

a) I, II e III, apenas.

b) I e III, apenas.

c) I, II, III e IV.

d) I, III e IV, apenas.

e) I e II, apenas.

 

(UECE) O termo tectônica ou tectonismo designa

 

a) movimentos internos verticais e horizontais que deformam a litosfera.

b) processo que conduz ao derramamento de lavas na superfície da terra.

c) movimentos transgressivos e regressivos do nível do mar.

d) processo de desagregação física e química das rochas.

 

VESTIBULAR 2010

 

(FUVEST)

 

Em maio de 2008, um terremoto, de 7,8 graus na escala Richter, atingiu severamente a Província de Sichuan (China), matando milhares de pessoas. Em janeiro de 2009, um tremor de terra, de 6,2 graus, atingiu a Costa Rica, causando prejuízos materiais, além de ceifar vidas.

Em setembro de 2009, tremores de terra, de 7,6 graus, atingiram a Indonésia, provocando mortes e danos materiais.

 

Considerando o mapa, os fatos acima citados e seus conhecimentos, responda:

 

a) Quais os principais fatores que geram atividades sísmicas no planeta?

b) Por que, no Brasil, as atividades sísmicas são, predominantemente, de baixa intensidade?

 

Resolução:

 

a) As ocorrências de atividades sísmicas relacionam-se aos deslocamentos de placas tectônicas. As placas tectônicas podem se deslocar basicamente de três formas: convergência, divergência e/ou transcorrência formando correntes magmáticas, resultantes de forças endógenas. São movimentos lentos e que acabam acumulando enormes quantidades de energia que periodicamente eclodem em ondas de choque resultando em terremotos ou, quando no leito marinho, em tsunamis (ondas gigantescas), para depois se acomodarem e reiniciarem o processo.

 

b) Qualquer área da crosta terrestre está sujeita a atividades sísmicas. A diferença está em sua intensidade. O território brasileiro encontra-se sobre a placa tectônica Sul-Americana na porção centro-leste em área de terrenos muito antigos, Pré-Cambrianos ou Arqueo-Proterozoico, consolidados sobre escudos cristalinos espessos que absorvem a pressão interna mais intensa, deixando surgir à superfície apenas os eventos de baixa magnitude. O Brasil fica distante da região de contato entre a placa Sul-Americana e a placa de Nazca com frequentes sismos de grande intensidade (Círculo do Fogo).  

 

(UFRGS) A figura a seguir representa processos associados à tectônica de placas

 

 

Identifique os processos destacados pelas letras A, B e C, respectivamente.

 

a) orogenia – subducção – movimentos convectivos 

b) orogenia – erosão – subducção 

c) dobramentos modernos – orogenia – movimentos convectivos 

d) erosão – subducção – dobramentos modernos 

e) dobramentos modernos – erosão – subducção 

 

(FATEC) A teoria da “tectônica de placas”, hoje mais do que comprovada empiricamente, explica fenômenos como vulcões, terremotos e tsunamis. Segundo essa teoria, as placas tectônicas

a) atritam entre si nas extremidades da Terra, derretendo as calotas polares.

b) movem-se porque flutuam debaixo dos solos dos oceanos, causando abalos no continente.

c) deslizam sobre o magma do interior da Terra e chocam-se em alguns pontos da crosta.

d) movimentam-se em conjunto, desenvolvendo abalos sísmicos coordenados e previsíveis.

e) encostam uma na outra e bloqueiam seu movimento natural, causando abalos nos mares.

 

(UFT) As placas tectônicas são grandes blocos de rochas que formam a crosta terrestre e flutuam sobre o magma. Este por sua consistência fluída, possibilita o deslizamento dos continentes e consequentemente suas movimentações. Como provável consequência desta movimentação das placas tectônicas é que observamos a ocorrência do terremoto que atingiu o Chile no final de fevereiro de 2010. O mesmo chegou à magnitude de 8,8 graus na escala Richter, causando significativas perdas econômicas e de muitas vidas humanas. Na figura abaixo temos a representação das principais placas tectônicas que compõem o planeta e seus movimentos.

 

 

Fonte: IBGE. Atlas Geográfico Escolar. Rio de Janeiro: 3 edição, 2006.

 

 

Na busca de explicações das causas do terremoto que atingiu o Chile, pode-se mencionar que

 

I. Ocorreu devido ao movimento convergente entre placas tectônicas que abrangem o país.

II. Ocorreu devido ao movimento divergente entre placas tectônicas que abrangem o país.

III. Ocorreu devido ao epicentro estar muito próximo do país.

IV. Ocorreu devido à interação entre as placas tectônicas Pacífica e Sul Americana.

V. Ocorreu devido à interação entre as placas tectônicas de Nazca e Sul Americana.

 

Analisando o texto e a figura acima, são verdadeiras as assertativas

 

(a) I, IV e V

b) II, IV e V

c) I, III e V

d) II, III e V

e) I, II e IV

 

(PUCRS) Uma sequência de eventos naturais aconteceram no mundo recentemente, como, por exemplo, os terremotos no Haiti, no Chile, no México, na China e nas Filipinas e, ainda, a erupção de um vulcão na Islândia.

 

Quanto à formação do terremoto no Chile e à erupção do vulcão na Islândia, pode-se afirmar que ambos estão ligados a fenômenos que têm como causa, respectivamente,

 

a) o encontro de duas placas oceânicas – a subducção de uma placa continental com uma placa oceânica

b) o encontro da Placa de Cocos com a Placa Sul-Americana – a abertura da Dorsal Mesoatlântica

c) a subducção da Placa Pacífica – a obducção da Placa Atlântica

d) o encontro da Placa Pacífica com a Placa de Nazca – a abertura da Dorsal Atlântica

e) o encontro da Placa de Nazca com a Placa Sul-Americana – a formação da Dorsal num limite divergente de placas tectônicas

 

(UFOP) Recentemente, ocorreram diversos desastres naturais no planeta, entre os quais tremores de terra. Sobre esses cataclismos, assinale a afirmativa INCORRETA.

 

a) Os tremores decorrem das instabilidades associadas ao processo de evolução material e estrutural do planeta.

b) Os tremores de 2010 foram sismos produzidos como efeito das atividades humanas, especialmente as relacionadas com a extração de minérios.

c) Os tremores de terra que ocorreram no Haiti e no Chile são decorrentes do movimento de falhas geológicas que existem nas duas regiões.

d) Os tremores verificados no Brasil são de baixa intensidade porque o território do país se localiza em uma região de estabilidade geológica.

 

(UNESP) Analise o mapa.

 

 

Os números representam as velocidades em cm/ano entre as placas, e as setas, os sentidos dos movimentos.

 

(Wilson Teixeira. Decifrando a Terra, 2008. Adaptado.)

 

Os terremotos que abalaram o Haiti, em janeiro e o Chile, em fevereiro, atingiram, respectivamente, 7,0 e 8,8 graus na escala Richter. A explicação para esses terremotos é o fato de que ambos os países

 

a) estão posicionados no centro das placas tectônicas.

b) estão localizados em áreas que raramente sofrem abalos sísmicos, o que torna esses eventos catastróficos.

c) estão situados nos limites convergentes entre placas tectônicas.

d) têm todo o território situado em arquipélagos formados por cadeias de montanhas vulcânicas submarinas.

e) estão em áreas de movimento de placas tectônicas divergentes.

 

(FUVEST) Uma maneira de compreender a distribuição temporal de fenômenos ocorridos em longos períodos é situá-los em um ano de 365 dias. Por exemplo, ao transpor os 4,6 bilhões de anos da Terra para esse ano, a formação do planeta teria ocorrido em 1º de janeiro, o surgimento do oxigênio na atmosfera em 13 de junho, o aumento e a diversificação da vida macroscópica a partir de 15 de novembro e o início da separação da Pangea em 13 de dezembro.

Considere os seguintes eventos:

 

Evento 1. Surgimento do Homo sapiens.

Evento 2. Revolução agrícola do Neolítico.

Evento 3. Declínio do Império Romano.

Evento 4. A colonização da América pelos europeus.

 

A partir das informações do texto, é correto situar os referidos eventos no mês de dezembro desse ano, no(s) dia(s)

 

 

Resposta: e

 

(UFAM) O texto abaixo é formado por trechos da obra de ficção cientifica, Viagem ao Centro da Terra

(1864), do escritor francês Júlio Verne, que narra as aventuras e mistérios pelo interior do planeta.

Toda a história do período hulheiro estava inscrita naquelas paredes escuras, e um geólogo poderia acompanhar com facilidade as diversas fases. Os leitos de carvão eram separados por extratos de grés ou de argila compactos e como que esmagados pelas camadas superiores.

Nessa era do mundo que precedeu a era secundária, a Terra foi recoberta por uma vegetação compacta em virtude do calor tropical e da umidade persistente. Uma atmosfera de vapores envolvia todo o globo, escondendo ainda os raios do sol.

 

http://www.triplov.com/walkyria/viagem_centro_terra/capitulo_20.htm - Acesso em: 10 set. 2009

 

O texto refere-se ao Período Carbonífero que aconteceu aproximadamente entre 360 a 286 milhões de anos durante a Era:

 

a) Mesozóica

b) Cenozóica

c) Proterozóica

d) Paleozóica

e) Pré-cambriana

 

(UFRO) Sobre as variações climáticas ao longo das eras geológicas, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

 

(     ) O clima da terra sempre apresentou períodos glaciais e interglaciais.

(     ) O homem apareceu na superfície da terra na era Cenozóica, no Quaternário, em um período interglacial.

(     ) Os períodos glaciais são mais quentes que os interglaciais por apresentarem elevadas temperatura e umidade

         relativa.

(     ) Na era Paleozóica, ocorreu o desenvolvimento dos peixes e da vegetação durante a glaciação.

(     ) Antes do aparecimento do homem, a terra já apresentava mudanças climáticas naturais.

 

Assinale a seqüência correta.

a) V, F, F, F, V

b) F, V, V, F, F

c) V, F, F, V, V

d) V, V, F, V, V

e) V, F, V, V, V

 

(ACAFE) “O terremoto e tsunami em Samoa e o ter-remoto da ilha Indonésia de Sumatra não têm relação, apesar de terem sido registrados no 'anel de fogo' do Pacífico”.

 

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/10/01/terremotos+de+samoa+e+sumatra+nao+tem+relacao+direta+8712955.html. Acessado em 01/10/2009

 

Os fenômenos citados têm relação com a Tectônica de Placas e apresenta uma série de características, exceto a da alternativa:

 

a) A solidificação do magma no interior da Terra, com a expansão de gases, foi responsá-vel pelos tremores e tsunami em Samoa e Su-matra.

b) A teoria das Placas Tectônicas aponta que os terremotos, o vulcanismo e os dobramentos têm relação com o movimento de placas que compõem a litosfera.

c) O “anel de fogo” do Pacífico corresponde às áreas de maior atividade sísmica do planeta, onde estão em contato placas tectônicas res-ponsáveis pelos terremotos e vulcanismo.

d) As placas tectônicas podem se movimen-tar de forma divergente, convergente ou “desli-zar” uma na outra, provocando os abalos sísmi-cos como os citados no enunciado.

 

(UNICAMP) O relevo cárstico ou karst refere-se predominantemente a feições subterrâneas, como cavernas. Observe a representação na figura a seguir e responda às questões:

 

 

a) Quais as condições básicas para o desenvolvimento do modelado cárstico?

b) Defina os nomes dos espeleotemas indicados na figura pelos números 1 e 2.

 

Resolução:

 

a) Para a formação de um modelado cárstico a presença de rochas friáveis (solúveis) em solos permeáveis é básica e precipitações em índices no mínimo moderados. A amplitude topográfica ou a altura da área acima do nível do mar deve ser elevada para permitir a livre circulação das águas subterrâneas.

b) O espeleotema indicado na figura pelo número 1 é uma coluna, e o indicado pelo numero 2, uma estalactite.  

 

VESTIBULAR 2009

 

(FURG) Relacione as eras geológicas com os eventos da coluna à direita.

 

 

Assinale a alternativa que apresenta todas as relações corretas.

 

a) I-3, II-1, III-4, IV-5 e V-2

b) I-1, II-2, III-3, IV-4 e V-5

c) I-4, II-5, III-3, IV-1 e V-2

d) I-5, II-2, III-4, IV-3 e V-1

e) I-4, II-5, III-1, IV-2 e V-3

 

(FURG) Em 02/01/2008, entrou em erupção o vulcão Llaima, um dos mais ativos entre os 60 vulcões do sul do Chile, abalando a área com explosões, expelindo lavas e uma coluna de gás e cinzas de 7 km.

 

Sobre esse fenômeno geológico é correto afirmar que

 

a) a margem oriental da América do Sul localiza-se numa borda de placa tectônica, o que a torna susceptível a esse tipo de fenômeno.

b) a margem oriental da América do Sul é tectonicamente ativa, o que resultou na formação do chamado “cinturão do fogo”, onde existem inúmeros vulcões em atividade.

c) na América do Sul, apenas o Chile apresenta vulcões em atividade, os processos exógenos são intensos nessa área.

d) a margem ocidental da América do Sul é tectonicamente ativa, manifestando com freqüência abalos sísmicos e atividade vulcânica ao longo de sua extensão.

e) a atividade vulcânica manifesta-se em terrenos antigos e estáveis como a margem ocidental da

América do Sul.

 

(UFJF) Leia o fragmento de texto a seguir:

 

Tais mudanças nas partes superficiais do globo pareciam, para mim, improváveis de acontecer se a Terra fosse sólida até o centro. Desse modo, imaginei que as partes internas poderiam ser um fluido mais denso e de densidade específica maior que qualquer outro sólido que conhecemos, que assim poderia nadar no ou sobre aquele fluido. Desse modo, a superfície da Terra seria uma casca capaz de ser quebrada e desordenada pelos movimentos violentos do fluido sobre o qual repousa.

 

Benjamin Franklin, 1782, em uma carta para o geólogo francês Abbé J. L. Giraud-Soulavie in PRESS, frank et al. Para entender a Terra. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

 

Sobre a estrutura interna da Terra, pode-se AFIRMAR que:

a) a crosta é uma camada única constituída de uma placa tectônica, dividida em duas seções.

b) a litosfera é a camada mais densa e se mantém em movimento devido às correntes convectivas.

c) as camadas da Terra são separadas umas das outras por áreas denominadas descontinuidade.

d) ela é formada por camadas alternadas, de densidades semelhantes, que diminuem da superfície para o centro.

e) o núcleo divide-se em duas partes: superior e inferior e seu material é o magma.

 

 

(CEFET) As terras emersas são constituídas, basicamente, por escudos cristalinos, bacias sedimentares e dobramentos modernos. Sobre bacias sedimentares, analise as seguintes afirmativas.

I. Resultaram da solidificação do material magmático e de sua elevação à superfície.

II. Podem sofrer soerguimentos tectônicos, constituindo baixos planaltos ou platôs.

III. As mais antigas foram consolidadas ao longo das eras Paleozóica e Mesozóica.

IV. São constituídas por rochas metamórficas muito antigas, como os gnaisses.

 

As afirmações corretas são

 

a) apenas I e II

b) I e III

c) II e III

d) III e IV

e) I, II e IV

 

 

 

VESTIBULAR 2008

 

(UFMA)

 

As figuras abaixo mostram a localização de vários sismos e o arranjo dos continentes sobre as Placas Tectônicas.

 

 

 

A partir das informações constantes nas figuras, assinale a afirmativa INCORRETA.

a) Os abalos sísmicos são consequências da movimentação das placas tectônicas, sendo as áreas de ocorrência mais comuns coincidentes com as zonas de contato entre elas.

b) O aumento no número de abalos sísmicos próximos aos grandes centros urbanos é devido às mudanças climáticas antrópicas e não às naturais.

c) O Brasil está situado na Placa Sul-Americana, distante das zonas de impacto entre placas, portanto, os tremores de terra ocorridos no país são de grau baixo.

d) No final de 2004, milhares de asiáticos foram surpreendidos por um terremoto seguido por ondas gigantes, conhecidas como tsunamis, que causaram um cenário de destruição total.

e) O maior terremoto ocorrido no Brasil teve o epicentro na Serra do Tombador, em Mato Grosso, causado pelo desgaste no interior da placa tectônica, denominado sismo intraplaca.

 

(UNIFAL) Interprete o texto abaixo.

 

            “A pobreza do Peru só amplificou o potencial destrutivo do grande terremoto – 8,0 pontos

na escala Richter – da última quarta-feira. [...].

            A maioria das casas da região é feita em barro – no Peru o índice de chuvas é baixíssimo

– e não tem a menor resistência a um maior tremor. [...].

            Com 700 mil habitantes, Ica, onde estão as três cidades mais destruídas, é um dos departamentos mais ricos do Peru. A renda per capita do país é 40% inferior à brasileira. Estimativas dizem que 60% dos peruanos vivem na pobreza.

            Ica vive da pesca e da agricultura, principalmente algodão, aspargos e uva, base para o pisco, licor nacional. O “boom” exportador dessas culturas atraiu milhares de camponeses do interior ainda mais pobre do país”.

 

Folha de S. Paulo, 19/08/2007.

 

A partir das reflexões desse texto e das informações do tema em foco, marque a alternativa que contém apenas afirmativas corretas.

 

a)

 

A área de ocorrência do terremoto está sob a influência da movimentação das placas tectônicas do Pacífico e a Sul-americana, em que o clima desértico predomina e influi o desenvolvimento das atividades econômicas tradicionais.

O Peru é um país em que a exportação de matérias primas e de produtos primários move a economia. O deslocamento populacional é uma característica diretamente ligada ao nomadismo dos povos das regiões desérticas.

 

b)

 

A área de ocorrência do terremoto está sob a influência da movimentação das placas tectônicas de Nazca e Sul-americana, em que o clima desértico predomina e influi o desenvolvimento das atividades econômicas tradicionais.

O Peru é um país em que a exportação de matérias primas e de produtos primários move a economia. O deslocamento populacional reflete a realidade socioeconômica dos países subdesenvolvidos.

 

c)

 

A área de ocorrência do terremoto está sob a influência da movimentação das placas tectônicas do Pacífico e a Sul-Americana, em que as casas da região foram praticamente arrasadas por serem feitas de barro.

O Peru é um país em que a produção de aspargos, algodão e uva para exportação tem atraído a população de outros países da região. O subdesenvolvimento característico desse país não agrava, significativamente, as conseqüências do terremoto.

 

d)

 

A área de ocorrência do terremoto está sob a influência da movimentação das placas tectônicas de Nazca e Sul Americana, em que predomina o clima temperado.

Ica é uma região em que a produção de aspargos, algodão e uva para a exportação tem atraído a população de outras partes do país e o subdesenvolvimento característico do Peru não aumenta os problemas causados pelo terremoto.

 

(INATEL) As paisagens geomorfológicas, em geral, refletem as influências dos fatores litológicos, tectônicos e morfoclimáticos. A paisagem esboçada a seguir pode ser caracterizada como um(a):

 

 

a) tipo de cuesta, em áreas costeiras litologicamente homogêneas.

b) estrutura tectonicamente falhada em placas litosféricas divergentes.

c) estrutura tectonicamente dobrada, com anticlinal e sinclinal.

d) inselbergue de resistência, desenvolvido em ambientes morfoclimáticos semi- áridos.

e) brejo de altitude, no Agreste pernambucano, desenvolvido em litologias mais resistentes aos processos erosivos.

 

(UNIVALE) Observe a imagem:

 

Description: Imagem:The Great Wave off Kanagawa.jpg

Uma das 33 gravuras da série Fuji, elaboradas entre 1823 e 1829, mostra um tsunami.

 

Fonte: Wikipédia

 

Assinale a alternativa verdadeira sobre a formação de um tsunami semelhante ao que atingiu

o sudeste asiático ao final de 2004:

 

a) A origem do fenômeno está associada a eventos de ordem tectônica.

b) A formação de tufões acentuados e áreas de alta pressão atmosférica geram tal fenômeno.

c) A formação de tsunamis está necessariamente associada ao fundo coralígeno do Oceano Índico.

d) O efeito do aquecimento global é o responsável principal pela ocorrência acima do normal desse tipo de tsunamis nos últimos anos.

e) O derretimento de geleiras na região do Oceano Índico é a responsável pelo fenômeno indicado na gravura.

 

(UFVJM) Na noite do dia 15 de agosto de 2007, um terremoto, cujo epicentro ocorreu no Peru, ao sul de Lima, chegou a 7,9 graus na escala Richter e deixou um rastro de destruição em algumas regiões desse país.

 

Sobre esse terremoto e sua origem é INCORRETO afirmar que

 

a) a magnitude do terremoto foi bastante elevada, posto que o terremoto mais violento já registrado por sismógrafos atingiu cerca de 9,2 graus.

b) a movimentação de placas tectônicas na região afetada é divergente acarretando modificações na Cordilheira Andina.

c) o terremoto ocorreu em uma falha entre as placas tectônicas denominadas Nazca e América do Sul, cuja atividade sísmica é uma das mais fortes no planeta.

d) o hipocentro do terremoto ocorreu a poucos quilômetros da costa peruana, no Oceano Pacífico, e é relacionado à movimentação tectônica de placas.

 

(UAM) O gabro e o granito são exemplos de rochas:

 

a) magmáticas vulcânicas           

b) magmáticas extrusivas

c) magmáticas plutônicas           

d) metamórficas

e) sedimentares detríticas

 

(UEMG) Leia o texto e analise o mapa a seguir.

 

 

A paisagem do Peru é diversificada. A Cordilheira separa as planícies do litoral da Floresta existente na fronteira com o Brasil. O país está muito próximo do encontro de duas placas tectônicas. Nos últimos seis anos, o Peru foi sacudido por quatro terremotos acima de 6,5 pontos na escala Richter, magnitude suficiente para danificar construções. Nenhum desses abalos é compatível com o ocorrido na última semana, quando um terremoto de 8 graus provocou uma intensa devastação em quatro cidades, matando várias pessoas e deixando muitos feridos.

 

(Trecho Adaptado – Revista Veja – 22 de agosto de 2007)

 

Sobre a região destacada no trecho acima e na ilustração, todas as alternativas estão corretas, EXCETO:

 

a) A Cordilheira dos Andes separa as planícies áridas, localizadas no litoral, da Floresta Amazônica.

b) O país está muito próximo do ponto de encontro entre duas placas tectônicas: a de Nazca e a Sul-Americana.

c) O epicentro do tremor em questão ocorreu no fundo do Oceano Atlântico, em áreas localizadas ao sul da capital do país.

d) Os abalos sísmicos são freqüentes nesta região, em função da intensa movimentação das placas tectônicas locais.

 

(FUVEST) O vulcanismo é um dos processos da dinâmica terrestre que sempre encantou e amedrontou a humanidade, existindo diversos registros históricos referentes a esse processo. Sabe-se que as atividades vulcânicas trazem novos materiais para locais próximos à superfície terrestre. A esse respeito, pode-se afirmar corretamente que o vulcanismo

 

a) é um dos poucos processos de liberação de energia interna que continuará ocorrendo indefinidamente na história evolutiva da Terra.

b) é um fenômeno tipicamente terrestre, sem paralelo em outros planetas, pelo que se conhece atualmente.

c) traz para a atmosfera materiais nos estados líquido e gasoso, tendo em vista originarem-se de todas as camadas internas da Terra.

d) ocorre, quando aberturas na crosta aliviam a pressão interna, permitindo a ascensão de novos materiais e mudanças em seus estados físicos.

e) é o processo responsável pelo movimento das placas tectônicas, causando seu rompimento e o lançamento de materiais fluidos.

 

(UFPI) Sobre a composição e a dinâmica natural da Terra:

 

1 (   ) O magma é o material que compõe o interior da crosta terrestre, enquanto as rochas são formadas pelos minerais que compõem a parte superficial da litosfera.

2 (   ) As lavas expelidas pelos vulcões são magma não-solidificado.

3 (   ) Os terremotos decorrem da movimentação das placas tectônicas que formam a superfície da Terra chamada litosfera.

4 (   ) Os Andes resultam da movimentação convergente das placas tectônicas de Nazca e Sul-Americana.

 

Resposta: VFVV

 

(UFPE) A Deriva dos Continentes e a Teoria da Tectônica de Placas são os dois  modelos teóricos das geociências que, no século XX, causaram uma revolução dos conceitos relativos, sobretudo,   aos processos geológicos internos. Sobre esses assuntos, o que é correto afirmar?

(    ) A hipótese da Deriva dos Continentes foi elaborada pelo geógrafo Alexander Von Humboldt e se apoiou na teoria do “Caos Continental”, estruturada por Ratzel.

(    ) A hipótese da Deriva dos Continentes propõe que o posicionamento relativo das massas continentais  mudou de forma considerável ao longo do tempo geológico.

(    ) A teoria da Tectônica de Placas fornece uma explicação geométrica e cinemática de como a expansão do fundo oceânico  e a deriva das placas litosféricas ocorrem numa superfície  aproximadamente esférica.

(    ) A velocidade e a taxa de expansão das placas litosféricas variaram ao longo do tempo geológico, demonstrando, assim, que as forças responsáveis pelos movimentos dessas placas  também modificaram-se.

(    ) Os aspectos paleoclimáticos que foram apresentados pelo autor da  hipótese da Deriva dos Continentes não podem ser empregados como argumentos favoráveis à teoria da Tectônica de Placas.

 

Resposta: FVVVF

 

(UFRR) O planeta terra em sua história passou por grandes mudanças, tanto geológicas como biológicas, sendo que um dos períodos mais marcantes foi a conhecida era dos grandes répteis que dominaram

a terra por milhões de anos.

 

Com base no texto acima indique a opção correta:

 

a) A era dos grandes répteis é o Paleozóico.

b) A era dos grandes répteis é o Mesozóico.

c) A era dos grandes répteis é o Proterozóico.

d) A era dos grandes répteis é o Arqueozóico.

e) A era dos grandes répteis é o Cenozóico.

 

(UNICAMP) No dia 26 de dezembro de 2004, logo após o natal, a região indo-asiática, mais particularmente Sumatra, foi assolada por um tsumani que atingiu três continentes e 12 países. Estimou-se o número de 163 mil mortos apenas na ação direta do tsunami e calculou-se que o número total de mortes tenha chegado a 300 mil, contando as vítimas de epidemias, como a c´0olera, o tifo, etc.

 

(Adaptados de Paulo Roberto de Morais. “É possível prever as ondas de horror?. Mundo em fúria, ano 1, nº 1, 2005, p. 22-23)

 

a) Explique os principais mecanismos que atuam na formação de um tsunami.

 

b) Quando ocorre um tsunami, por que as ondas são quase imperceptíveis em alto mar, enquanto na costa podem atingir até 50 metros de altura?

 

Resposta:

 

a)

 

Um tsunami pode formar-se em razão de: movimentação de placas tectônicas que provocam terremotos nos fundos oceânicos, explosões vulcânicas de vulcões em áreas costeiras, vulcões submarinos ou deslizamentos de massas de terra que atingem o oceano.

 

b)

 

Ao se propagar pelo oceano, as ondas do tsunami apresentam comprimento de onda de vários quilômetros e apenas cerca de um metro de altura, o que faz com que as ondas sejam quase imperceptíveis em alto mar. No entanto, ao se aproximarem das águas mais rasas da costa, as ondas vão perdendo velocidade devido ao atrito com a plataforma continental e aumentam, assim, a sua energia acumulada, o que faz com que apresentem altura de até 50 metros.

 

 

VESTIBULAR 2007

 

(UCPEL) Os agentes internos do relevo são responsáveis pela criação ou modificação da fisionomia da paisagem. Um desses agentes é provocado por forças no interior da Terra que atuam de forma lenta e prolongada na crosta terrestre. Entre outras conseqüências, é capaz de produzir deformações, formação de falhas e de dobramentos na superfície, dando origem a diversos tipos de relevo.

 

Assinale a opção que corresponde ao agente interno do relevo descrito anteriormente.

 

a) Movimento tectônico.

b) Epirogenese.

c) Vulcanismo.

d) Desmoronamento.

e) Erosão.

 

(UFV) Observe a figura abaixo:

 

 

No decorrer do tempo geológico, as rochas sofrem diversas modificações e se transformam. Com base na figura acima e nos conhecimentos sobre dinâmica da crosta terrestre, assinale a afirmativa INCORRETA:

 

a) As rochas ígneas são formadas a partir do resfriamento do magma, levando à formação de rochas como o granito.

b) O intemperismo transforma as rochas ígneas em metamórficas, como ocorreu com a formação do calcário na região de Sete Lagoas (MG).

c) As rochas metamórficas são mais resistentes ao intemperismo do que as rochas sedimentares, permitindo o uso dessas na construção civil.

d) As rochas sedimentares são formadas pelo processo de compactação do material oriundo do intemperismo e do transporte das rochas ígneas ou metamórficas.

e) As rochas metamórficas resultam da transformação de rochas antigas, que sofreram pressão ou elevação de temperaturas, como é caso do gnaisse.

 

(UTFPR) Verifique a figura a seguir e identifique as camadas da Terra que ela representa e, na seqüência, identifique qual das alternativas traz a associação correta dessas camadas.

 

 

a) I - Núcleo interno, II - Núcleo externo, III – Manto e IV - Crosta.

b) I - Núcleo interno, II - Manto, III - Núcleo externo e IV - Crosta.

c) I - Crosta, II - Núcleo externo, III - Manto e IV - Núcleo interno.

d) I - Núcleo externo, II - Núcleo interno, III – Manto e IV - Crosta.

e) I - Crosta, II - Manto, III - Núcleo externo e IV – Núcleo Interno.

 

(UFRR) Os abalos sísmicos e o vulcanismo são responsáveis atualmente por inúmeras catástrofes e mortes ao redor do mundo.

 

Considerando as afirmações a seguir, todas estão corretas, EXCETO:

 

a) O Brasil se encontra localizado na placa tectônica Sul-Americana.

b) Todos os continentes estavam unidos há 200 milhões de anos, formando o supercontinente do Pangeia.

c) O Oceano Atlântico se alarga em torno de 1,5 cm a cada ano.

d) A cordilheira dos Andes, Himalaia, Rochosas não estão diretamente relacionadas a abalos sísmicos, atividade vulcânica e áreas de dobramentos.

e) O Continente do Gondwana era formado por África, América do Sul, Índia e Antártida.

 

(UFAM) É o maior arquipélago do mundo, com mais de 18 mil ilhas. Faz fronteira ao norte com o Mar da China, com o Oceano Índico a oeste e ao sul e com o Oceano Pacífico a leste. Situa-se em um ponto estratégico, onde se cruzam interesses ocidentais e orientais. O país é cortado pela linha do Equador e suas ilhas são cobertas por densas florestas tropicais. Por se localizar na junção de três placas tectônicas, está exposto a terremotos e ao vulcanismo. Existem 220 vulcões ativos. É o quarto país mais populoso do mundo, com densidade demográfica de 110 hab./km², sendo que quatro ilhas concentram 90% da população.

 

Assinale o país que correspondem os dados descritos acima:

 

a) Indonésia

b) Malásia

c) Madagascar

d) Papua Nova Guiné

e) Filipinas

 

(UDESC) Atualmente a crosta terrestre é constituída por cerca de doze placas tectônicas, que ficam literalmente boiando em cima do magma pastoso. Há milhões de anos, quando se iniciou sua movimentação, devia ter menos placas. Ao se moverem em vários sentidos, pelo fato de o planeta ser esférico, as placas acabaram se encontrando em determinados pontos da crosta e dando origem aos dobramentos modernos, aos terremotos, etc.

 

Assinale a alternativa que contém o nome da placa tectônica sobre a qual o Brasil está situado.

 

a) Placa de Cocos

b) Placa de Nazca

c) Placa do Pacífico

d) Placa Antártica

e) Placa Sul-Americana

 

(UFBA) Observe a figura a seguir. Sobre o tema esquematicamente representado, é correto afirmar que:

 

 

0-0) se trata de uma representação da estrutura geológica comumente designada como “fossas tectônicas”.

1-1) esse tipo de estrutura geológica ocorre especialmente em áreas da crosta onde acontecem colisões de placas litosféricas. 

2-2) essa estrutura geológica inexiste no Brasil, uma vez que esse país se situa numa margem passiva da placa sul-americana. 

3-3) essa estrutura geológica ocorre quando os esforços tectônicos atuantes na crosta terrestre são de distensão.

4-4) nesse tipo de estrutura geológica, são encontradas feições de relevo estrutural designadas como “horst” e “graben”.

 

Resposta: VFFVV

 

(UNIFEI) Com base nas afirmações abaixo:

 

1- As altas cadeias de montanhas da superfície terrestre se formaram na era Cenozóica, mais especificamente no período terciário.

2- As principais paisagens naturais da superfície da terra são os desertos, as montanhas, as zonas polares, as regiões temperadas e as áreas tropicais.

3- O petróleo e o carvão mineral são riquezas que aparecem em terrenos cristalinos.

4- As riquezas minerais de uma área estão intimamente ligadas a sua estrutura geológica.

5- Quando se divide uma superfície em paisagens naturais, as regiões geográficas são caracterizadas com base na paisagem criada pelo homem.

 

Quais são as afirmativas corretas?

a) Apenas 2

b) 3, 4 e 5

c) 1, 2 e 4

d) Todas estão corretas

 

(UNESP) A área assinalada no mapa e identificada com o número 1 caracteriza-se pela ocorrência de grandes terremotos.

 

 

Assinale a alternativa que identifica as placas tectônicas envolvidas e a cordilheira que se formou na área, há milhões de anos, em função dos choques entre elas.

 

a) das Filipinas e Antártica; Alpes.

b) Pacífica e Africana: Atlas.

b) Caribe e Sul-Americana; Andes.

d) Indo-Australiana e Euro-Asiática; Himalaia.

e) Arábica e de Nazca; Pirineus.

 

(PUCPR) De acordo com a quase centenária Teoria da Deriva Continental, proposta por Alfred Wegener, havia uma única grande massa continental, a qual foi denominada Pangéia, cujas terras eram cercadas pelo único e vasto oceano, o Pantalassa. Foi por volta dessa época, há cerca de 250 milhões de anos, durante a Era Mesozóica, que houve a fragmentação de Pangéia, dando a origem a dois novos continentes: Laurásia ao norte, e, o que nos interessa mais diretamente, Gondwana, ao sul, cerca de 120 milhões de anos depois e foi a vez desses continentes começarem a se dividir.

Da divisão do continente de Gondwana, derivam:

 

I - A separação da América do Sul em relação à África.

II - A formação dos arquipélagos vulcânicos do Japão e do Havaí.

III - O término da última era glacial, no quaternário.

IV - O surgimento da Austrália e da Antártida, entre outras áreas continentais.

V - O nascimento do Oceano Atlântico.

 

As afirmações corretas são:

 

a) I, IV e V, apenas.

b) I, II e IV, apenas.

c) II, III e V, apenas.

d) III e IV, apenas

e) I, II, III e V.

 

(FATEC) O tsunami que matou, em dezembro de 2004, muitos milhares de habitantes de países banhados pelo Oceano Índico já estava quase esquecido quando, em final de maio de 2006, um forte tremor de terras na ilha de Java (Indonésia) fez novas vítimas, que chegam a cerca de 5 mil mortos. Os dois fenômenos, tsunamis e terremotos,

 

a) estão relacionados às estruturas geológicas cristalinas, predominantes na região.

b) representam ocorrência comum nas regiões situadas no centro de uma placa tectônica.

c) resultam dos desequilíbrios geotérmicos que ocorrem no núcleo, parte central da Terra.

d) demonstram que os epicentros, locais de formação dos tremores, estão concentrados no hemisfério Sul.

e) têm origens semelhantes, pois ocorrem devido à movimentação das placas tectônicas.

 

(MACK) As colunas que pendem do teto de uma caverna são as estalactites e as que se formam em seu piso, a partir dos respingos caídos do teto, são as estalagmites. Ambas se originam da precipitação e solidificação de bicarbonato de cálcio que se encontra dissolvido na água. Assinale a alternativa que indica o tipo de grupo de rochas a que as estalactites e estalagmites estão associadas.

 

a) Rochas sedimentares detríticas, formadas pela decomposição e deposição de detritos de rochas pré-existentes.

b) Rochas sedimentares de origem orgânica, formadas pelo acúmulo de detritos orgânicos.

c) Rochas sedimentares de origem química, isto é, formadas pela deposição de sedimentos por processos químicos.

d) Rochas metamórficas, resultantes da metamorfose de rochas magmáticas e sedimentares quando submetidas a certas condições de temperatura e pressão no interior da Terra.

e) Rochas sedimentares de origem química, formadas pelo acúmulo de detritos orgânicos.

 

VESTIBULAR 2006

 

(UTFPR) As estruturas geológicas da crosta terrestre refletem os processos, que as originaram e ajudam a reconstituir a história do planeta. Em relação a esse assunto é correto afirmar que:

 

a) Os escudos cristalinos constituem o embasamento fundamental das terras emersas, pois se originaram de dobramentos modernos.

b) As bacias sedimentares resultam da ação combinada dos processos destrutivos de erosão e dos

processos construtivos de acumulação ou sedimentação.

c) O núcleo da Terra encontra-se em estado pastoso.

d) O manto é o envoltório rochoso da Terra.

e) Os vulcões são gerados por violentos movimentos de massas no interior do núcleo.

 

(UESC) Os conhecimentos sobre o tectonismo e sua atuação possibilitam afirmar:

 

a) As correntes de convecção são responsáveis pelo deslocamento das placas convergentes que, quando se chocam, dão origem às falhas ou aos dobramentos.

b) As dobras se formam quando as pressões verticais atuam sobre as rochas de maior resistência.

c) O vulcanismo é o fenômeno exógeno que ocorre no interior das placas tectônicas, atua na formação do relevo, mas só dá origem às depressões.

d) A ausência de falhas geológicas no sul e no sudeste brasileiro pode ser explicada pela formação antiga do relevo.

e) As falhas geológicas dão origem a várias formas de relevo, como escarpas e vales amplos e abertos.

 

(UFC) Observe o planisfério  abaixo que destaca  áreas onde se localizam   placas tectônicas, cujos movimentos promovem a formação de importantes feições nos limites entre as placas.

 

 

a) Nomeie as placas destacadas pela numeração no mapa.

I, II, III e IV.

 

b) Nomeie as formações que ocorrem entre:

as placas IV e II. 

as placas II e III.

 

c) Dê exemplo de dois processos de formação de relevo que ocorrem nos limites externos das placas.

 

Resposta

 

a)

I. Placa do Pacífico

II. Placa Sul-Americana   

III.  Placa Africana   

IV. Placa de Nasca

 

b)

Entre as placas IV e II: Cordilheira dos Andes

Entre as placas II e III: Dorsal Atlântica

 

c)

1. Dobramentos modernos

2. Vulcanismo

3. Abalos sísmicos

 

(UFC) Alguns  processos  naturais  ocorrem  durante  longos  períodos  no  tempo  geológico,  ou  seja,  são processos dinâmicos  contínuos.  Outros  ocorrem  de  modo  brusco  e  descontínuo  e  podem  tornar-se  eventos catastróficos.  Indique a  alternativa  verdadeira  que  destaca  dois  processos  dinâmicos descontínuos  e que podem ocasionar catástrofes.

 

a) Terremotos e impactos de meteoritos.

b) Erosão de um rio meândrico e falhamentos.

c) Epirogênese e compactação de sedimentos.

d) Fluxo térmico do interior da Terra e vulcanismo.

e) Crescimento de recifes e inundações torrenciais.

 

(UNESP) A figura representa o processo de evolução de uma forma de relevo associada à água.

 

 

Assinale a alternativa que contém o tipo de paisagem, o processo geomorfológico atuante e o resultado final.

 

a) Paisagem lacustre; sedimentação; desaparecimento do lago.

b) Paisagem marinha; assoreamento; falésia.

c) Paisagem fluvial; abrasão; terraço.

d) Paisagem pluvial; desmatamento; revegetação.

e) Paisagem desértica; pedimentação; dunas.

 

(URCA). Sobre dinâmica geológica da Terra, relacione as informações, e indique a seqüência correta:

 

(I) Isostasia

(II) Intemperismo

(III) Círculo de fogo do pacífico

(IV) Epicentro

(V) Agentes internos

 

(   ) tectonismo, vulcanismo e os abalos sísmicos.

(   ) principal região vulcânica da Terra.

(   ) denominação do ponto da superfície, vertical a partir do foco do terremoto, cujas ondas sísmicas se propagam do interior até a superfície do planeta.

(   ) conjunto de processos, físicos e químicos, que resultam na degradação das rochas superficiais.

(   ) é o estado de equilíbrio dos blocos continentais que flutuam sobre o manto.

 

a) III; IV; I; V; II;

b) II; IV; III; V; I

c) III; V; II; I; IV;

d) IV; V; II; I; III;

e) V; III; IV; II; I.

 

VESTIBULARES ANTERIORES

 

(UEM) Sobre a dinâmica interna da terra, é verdadeiro afirmar:

 

a) Tectonismo e vulcanismo são movimentos exodinâmicos que modelam a superfície terrestre.

b) Os movimentos tectônicos, gerados pela pressão vertical de longa duração, são classificados como orogênese.

c) O ponto onde o abalo sísmico se origina é denominado de epicentro.

d) A Cordilheira dos Andes foi formada, a partir do movimento divergente de duas placas tectônicas.

e) Terremotos e vulcanismos manifestam-se comumente nos limites das placas tectônicas.

 

(UFMG) Analise o mapa a seguir:

 

 

A distribuição espacial dos terremotos apresentada no mapa coincide com

 

a) áreas de expansão do assoalho oceânico.

b) dorsais oceânicas.

c) limites divergentes de placas tectônicas.

d) margens continentais passivas.

e) zonas de colisão de placas tectônicas.

 

(UEL) O Himalaia, os Andes e as Rochosas são exemplos de cadeias montanhosas

 

a) originadas de dobramentos de idade cenozóica.

b) resultantes de blocos falhados de idade proterozóica.

c) originadas de dobramentos de idade paleozóica.

d) resultantes de falhamentos do cristalino de idade mesozóica.

e) originadas de fraturamentos e diaclasamentos de idade cenozóica.

 

(MACK) As zonas sísmicas do globo estão associadas:

 

a) às áreas de contacto das placas tectônicas.

b) à presença de estruturas geológicas muito antigas.

c) à formação das bacias sedimentares.

d) aos escudos cristalinos ou maciços antigos.

e) aos dobramentos antigos.

 

(CESGRANRIO) O relevo das terras emersas é extremamente diversificado. Nesse relevo, o que se denomina de DOBRAMENTOS MODERNOS OU RECENTES corresponde a:

 

a) depressões absolutas.

b) depressões relativas.

c) bacias sedimentares.

d) cadeias montanhosas.

e) dorsais submarinas.

ATUALIZADO EM 10/04/2013